sábado, 28 de abril de 2012

Planilha de acompanhamento de rendimentos mensais


Se você gostou do sistema de cotas (explicado AQUI e AQUI), poderá baixar uma planilha que estarei disponibilizando para download. Ela simplifica todos os cálculos. Os únicos dados que necessitam ser colocados são o aporte e o valor da carteira:
Aporte: É o valor do dinheiro “novo”. Este dinheiro é aquela parte do salário que você transfere para um investimento.
Valor da carteira: É o valor total que o investimento estará valendo no final do mês, somado com o valor que está parado na corretora.


Vamos dar uma olhada na planilha:
Clique na imagem para uma melhor visualização
 
A planilha possui células azuis, que são utilizadas pelo usuário para colocar os dados, e por células verdes, onde serão calculados automaticamente todos os dados.
A planilha permite o preenchimento em um período de até 20 anos, de janeiro a dezembro. Em cada mês deverá ser colocado apenas seus respectivos valores de aporte e  carteira. Após o preenchimento destes dados, a planilha calculará automaticamente o rendimento.
A planilha permite o acompanhamento de até 7 tipos diferentes de investimento. Através das abas que ficam na parte de baixo, é possível preencher e acompanhar os valores de cada tipo de investimento de forma individualizada. Há também uma aba chamada “Consolidado”, que une todos os dados, dando uma visão geral de toda a carteira.



Instruções para preenchimento
Para o investidor que já possui uma carteira de investimentos, ele deverá preencher, no início do primeiro mês a ser acompanhado, o valor da total carteira.
Vamos supor que o investidor Tobias já possua, no início de julho, R$3.540,08 em um CDB e R$6.440,00 em ações. Na planilha, ele decide que o CDB será o investimento 1, e as ações serão o investimento 2.
No primeiro mês de uso da planilha, Tobias deverá colocar estes valores como aporte de julho, conforme imagem abaixo:

 
 
A partir de agora, Tobias preencherá no final de cada mês o valor da carteira. No início de cada mês, Tobias colocará o aporte. Com o passar do tempo, Tobias anotou os seguintes valores de aporte e carteira:


Na planilha, e só seguir com o acompanhamento:

 
Na aba “consolidado”, estará mostrando a visão geral de toda a carteira:


Para os investidores que estão começando a investir do zero, o preenchimento é mais fácil ainda. É só seguir preenchendo mês a mês o valor do aporte e o valor da carteira.

O investidor, caso deseje, poderá calcular o rendimento real. Há um espaço para o preenchimento do IPCA anual, que é a medida de inflação oficial. A planilha possui instruções de como obter o IPCA.

Considerações especiais
A carteira deverá ser sempre o valor do final do mês?
Não há uma obrigatoriedade em relação a isso. A grande maioria dos investidores fazem apenas 1 único aporte mensal, normalmente em uma data que se repete. Eu, por exemplo, geralmente faço aportes perto do dia 2 de cada mês, mas conheço pessoas que fazem nos dias próximos ao 5 ou 15. O ideal é contabilizar o valor da carteira em uma data que seja antes do aporte, de preferência uma data fixa (todo dia 10, todo dia 15, toda virada do mês, etc).

Como eu trato as retiradas de dinheiro?
Para retiradas, assuma que o aporte ficou negativo. Como exemplo, caso Matias tivesse feito uma retirada, resgate ou saque de um determinado investimento, no valor de R$300,00, ele digitaria na célula de aporte do mês “-300,00”.

Dividendo é aporte?
Não. Dividendos são rendimentos. Não se deve somar os dividendos no aporte. Os dividendos fazem parte da carteira. O mesmo tratamento se deve a aluguéis recebidos de fundos imobiliários, rendimentos de poupança, aluguel de ações, lançamento de opções e ganhos provenientes de trades de ações.

A tabela calcula imposto de renda?
Não. Ela calcula apenas os rendimento da carteira, podendo calcular o rendimento real através do índice inflação (IPCA ou IGPM).

Fiz uma retirada de dinheiro de um investimento, colocando este valor eu outro tipo de investimento. Como tratar isso?
Nesse caso, a retirada deverá ser feita através de um valor negativo. No outro investimento, este valor deverá ser considerado um aporte.

Para baixar a planilha, clique AQUI.

Qualquer dúvida ou sugestão, deixe seu comentário.

264 comentários:

  1. Opa tudo bem?
    Como sempre agregando ferramentas úteis para os investidores, Parabéns.
    Foi no Cinema hoje para assistir os Vingadores, aliás um Filmaço, passei na saraiva Mega Stores e tinha a ultima edição da revista exame mostrando o exemplo de 3 investidores que fizeram sucesso na bolsa com ações de dividêndos, diga-se de passagem que não é nenhuma informação nova, mas é interessante.
    -
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a planilha, gostei d++ rss
    mas, acho que tem um problema na soma na coluna do % ano e histórico...

    ResponderExcluir
  3. Olá Lord
    Não gosto muito da revista exame, mas de vez em quanto ela lança umas matérias legais.

    Dimarcinho
    Valeu

    Anônimo
    Qual o problema que você achou? Se puder descrever ficaria agradecido. Inclusive falando qual célula que está errada. Lembrando que no primeiro ano, a % do ano e % histórica são iguais. Mas se tiver erro fique a vontade para descrevê-lo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. AdP, muito obrigado pela planilha!

    Olha... eu estou colocando os custos de corretagem como aportes, estou fazendo correto?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro q nao, tem q entrar também! Está cerrtíssimo. No

      Excluir
    2. Continuando, o ipad travou.

      No aporte, vc gasta um tanto pra fazer a compra, mas nem aquilo tudo é comprado. É um custo operacional, q na prática diminui sua rentabilidade. Por isso, deve entrar na conta, como vc tá fazendo.

      Excluir
  5. seja altruísta, anônimo. faça uma e disponibilize para a galera ao invés de ficar colocando defeito. é cada espírito de porco que eu vou te contar, hein?! parabéns pelo trabalho, além da poupança. valeu.

    ResponderExcluir
  6. AdP, como sempre facilitando o trabalho de investidores preguiçosos (meu maior defeito).
    Valeu, vc é um amor :) assim q voltar ao meu comp vou baixar
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Eike
    Aporte é o que você transferiu para a corretora. Se transferiu 1000 reais, comprou 950 em ações e os custos foram 20, sobrando 30, o aporte será de 1000, pois é o valor transferido.

    Anônimo
    De qualquer forma, obrigado pelo comentário e seja bem vindo ao blog.

    Gustavo
    Obrigado pelo comentário

    Ostra
    E o seu blog, vai voltar quando? Vou criar um movimento no twitter para que ele volte :)

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiado! Campanha volta Ostra!

      Em tempo, a planilha ficou muito boa.

      Abcs,

      Excluir
    2. Vc's são fofos, mas por enqto estou na boa, descobri q não tenho paciencia p anonimos.

      Gente, voltei dos meus pais agora e ele estava fechando o mês, fico em choque em como nossa vida é mais tranquila e nós acomodados :P ele ainda faz absolutamente TODAS as contas de cabeça, sem auxilio de calculadora e anota tudo em papel!!! Claro que eu não entendo nada né? Pq para completar ele usa uns codigos q parecem criptografia.

      Ele tava p. pois teve baixo rendimento esse mês, é das antigas com uma carteira recheada de petro, vale e bb.
      Estou aguardando a de vcs p ver como me saí.
      Beijão

      Excluir
  8. ADP, eu costumo fazer aportes varias vezes por mes, pois deixo o dinheiro na poupanca e assim que aparece uma acao interessante faco uma transferencia pra corretora. Nesse caso devo somar o valor de todas as transferencias durante o mes e jogar na planilha, correto?

    Outra duvida, se eu quiser o rendimento de cada acao separadamente, devo jogar cada acao em uma aba diferente, correto?

    ResponderExcluir
  9. No fechamento de cada mes, voce coloca a valorizacao de cada acao separadamente. Voce faz isso usando a planilha desse topico em questao ou usa outra planilha para controlar o rendimento de cada acao?
    Se voce coloca cada acao separada por aba na planilha em anexo, onde voce lanca o valor que esta parado na corretora?
    Gostaria de parabeniza-lo pela excelente iniciativa. Tenho procurado algo nesse sentido ha muito tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "No fechamento de cada mês, voce coloca a valorização de cada acao separadamente. Você faz isso usando a planilha desse tópico em questao ou usa outra planilha para controlar o rendimento de cada acao? "

      Utilizo outra planilha. Nesta planilha, coloco meu preço médio e o preço atual, e é calculado a valorização = (preço atual - preço médio) / preço médio


      "Se voce coloca cada ação separada por aba na planilha em anexo, onde voce lanca o valor que esta parado na corretora? "

      Como disse, utilizo outra planilha. Mas caso eu utilizasse esta planilha, eu iria atribuir a valor da corretora em uma das ações. Mas prefiro juntar o valor de todas elas em apenas uma aba, somando com a corretora.


      "Gostaria de parabeniza-lo pela excelente iniciativa. Tenho procurado algo nesse sentido ha muito tempo."

      Para mim é gratificante ajudar outras pessoas.


      Abraços

      Excluir
  10. AdP,

    Planilha maravilhosa, obrigado por compartilhar conosco.

    Não ligue para quem reclama, são pessoas que não agregam valor em nenhum sentido e nunca sairão do mesmo lugar.

    Abs.

    Leonardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonardo, obrigado pelos comentários

      A internet é uma ferramenta muito legal. Graças a ela sou o que sou hoje. Sem ela eu estaria em um emprego pior, não estaria casado e estaria em uma situação diferente. Entretanto, como em qualquer outro lugar, na internet há pessoas de má índole. Eu não consigo imaginar uma pessoa que, às 18h de um domingo, fica entrando em blogs de investimento para trollar. E sei muito bem quem é. É o mesmo troll que estava no blog do "Pequeno Investidor", do qual eu discuti com ele numa postagem sobre IPO. Trolls fazem parte da internet, não agregam nenhum comentário que preste. Criticar e não gostar é uma coisa. Críticas com opiniões e argumentos são bem vindas. Ninguém é dono da verdade e cada um tem um ponto de vista diferente. Mas denegrir por denegrir, desviando o assunto da postagem, sem agregar nada, é trollar.

      Não queria fazer isso, mas ativei a moderação do blog.

      Ao troll, tenho pena de você. Até imagino você entrando no meu blog, do Pobretão, do pequeno investidor, para trollar. Você é um coitado.

      Aos que comentarem depois de mim, peço para que deixe suas dúvidas, sugestões ou comentários acerca da planilha. Evitem desviar do assunto.

      Abraços

      Excluir
  11. Pronto, baixei, testei e vou dar um palpite tá? Não me morde :P
    Não uso excel, apenas google docs, então nenhum grafico roda, dá alguma incompatibilidade maluca, tenho q excluir todos os gráficos, e digamos q nessa planilha deu um trabalhão :)
    Outra coisa, ao inves de disponibilizar p baixar, poderia compartilhar no proprio google docs, já q o o blog está hospedado no blogspot o processo fica facil.
    De resto está beleza, tive que criar mais algumas 'planilhas' para separar outros investimentos, mas está ótimo, isso foi adaptação minha mesmo.
    Qto aos trolls, nem comento, acabei de passar pelo FI e vi q não é só troll q tá perturbando os blogs, vc´s tem uma paciência de ouro!!!
    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sugestão
      Ainda não sei os procedimentos para utilizar o google docs, mas com o tempo eu vou aprender. Só não sei se será 100% compatível.

      Abraços

      Excluir
  12. Eu baixei sua planilha mas sinceramente não entendi direito este negocio de cota

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não é simples de aprender. Mas pela internet há outras fontes de informação. Tente em:
      http://www.leandrostormer.com.br/View/Publico/ArtigoView.aspx?id=228
      http://hcinvestimentos.com/2010/12/20/como-calcular-o-retorno-de-um-investimento-parte-i/
      E outras.

      Abraços

      Excluir
  13. Adp, moderação de comentário é ruim demais. Deixa trollar faz parte e sempre vai fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ficar tranquilo que o ambiente não será transformado em uma ditadura :). As mensagens serão divulgadas normalmente.

      Abraços

      Excluir
  14. Adp,
    estou tendo um pouco de dificuldade de lidar c a tabela..rsrs
    pois quando coloco o cdb ( não pra fazer novos aportes) então já tentei colocar os valores tanto na opçcao "carteira" quanto na opção "aporte" mas em nenhum dos 2 casos, aparece a rentabilidade..
    certamente estou fazendo algo errado..pode me ajudar?
    Adorei a planilha!
    Coloquei tb poupança e fundos de investimento (nos quais fiz aportes..) e ficou ótimo!
    Parabéns pela iniciativa!
    Abraços,
    Investidora Juvenil
    Ps: estou quase criando um blog..rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IJ
      Pelo que entendi, no seu caso não houve aporte.
      Tente colocar o valor do aporte como 0 e o valor da carteira como o valor do CDB. A planilha só calculará quando tiver as duas informações preenchidas.

      Para o primeiro mês, o valor do aporte será o CDB do final do mês passado e o valor do caretira será o CDB do fim deste mês.

      Abraços

      Excluir
  15. Parabéns pela iniciativa de ajudar os que estão começando, feito eu, para acompanhar os investimentos.

    Obrigado.

    Opa, a Dona Ostra está de volta? Mas apenas para convidados... =)
    Dona Ostra, pode liberar a leitura para esse humilde penetra não? kkkkkkkkk

    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jackal, na verdade aquele cantinho virou um diário meu e da baby, está apenas p convidados, mas não tenho nenhum convidado até o momento :P

      Excluir
  16. Olá Além da Poupança tudo certo cara ? Então uma dúvida, se eu efetuar digamos 3 ou 4 compras dentro do mesmo mês, sem efetuar a atualização da cota para o dia de cada uma das compras, e sim 1x só ao final do mês, fazendo uma soma geral de aportes novos, a rentabilidade da carteira ficará muito distorcida ? Tanto para mais quanto para menos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O correto é calcular o valor da cota na hora que faz o aporte, segundo o informativo do INI disponível em http://www.ini.org.br/ini/site/informativo/Informativo_janeiro_2007.pdf. Então, se você fizer compras, trades ou quaisquer outras operações, o que vai contar é o valor da cota no dia em que você fez o aporte.
      Por simplificação, a planilha assume o valor da cota do mês anterior. Caso você deseje saber exatamente o valor da cota em todos os momentos, você deverá calcular "na unha" ou criar uma planilha que automatize isso.

      Abraços

      Excluir
  17. ADP! Deu certo agora..
    Coloquei o aporte = 0 e ai obtive a rentabilidade!
    Obrigada mais uma vez!!
    IJ

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. AdP,

    Obrigado pela planilha.

    Li uma vez em seu blog que não é correto colocar como aporte o valor dos dividendos reinvestidos (corrija-me se estiver lando asneira).

    Como devo considerar essa grana então?

    Obrigado novamente,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse dinheiro vai ser somado com o valor da carteira total. Os dividendos são rendimentos de suas ações. Dividendo não faz parte do dinheiro que é trasnferido para a corretora.

      Abraços

      Excluir
    2. deixe-me ver se entendi, caso eu reinvista os dividendos, basta eu, por exemplo, somar o montante recebido ao valor em carteira no mês corrente?

      exemplo usando sua tabela.

      maio = carteira = 5.000
      junho = carteira = 5.500+500(dividendos) + 1000(aporte)

      assim?
      Obrigado novamente,

      Excluir
    3. Não é bem assim. Como você reinvestiu este dividendo, você comprou alguma ação. Vamos supor que com esses 500 reais você comprou 500 XPTO3 a 0,95 cada, pagando 5 centavos por ação de corretagem. No final do mês você verá sua carteira total da mesma forma. Você vai ver qual o valor total de sua carteira (XPTO3 + ABCD3 + ETCC3 + valor parado na corretora).
      Mesmo que você não reinvista estes dividendos, ele será contabilizado na carteira total, pois ela soma o que está parado na corretora também. O que não pode é colocar estes 500 como aporte.

      Ou seja, independentemente de você receber dividendos, fazer trade, receber rendimentos, alugar ações, ou qualquer outra operação, o aporte é o dinheiro novo, e a carteira é o seu valor no final do mês. Simples assim.

      Abraços

      Excluir
    4. Perfeito. Obrigado.

      Outra pergunta, ao receber os dividendos da ELPL4 por exemplo, ao NÃO reinvestí-los, devo recalcular o meu PM subtraindo o valor recebido dos dividendos?

      Li aquele blog do INI que você mencionou em outro post sobre preço médio porém ele não entra neste detalhe.

      Abraços.

      Excluir
    5. Sobre o preço médio, há este artigo http://www.ini.org.br/blog/?p=87 mas ele não entra em detalhes dos dividendos. Muitos investidores descontam, pois os dividendos descontam o valor da ação. Mas como eu gosto de ver o lado onde fica pior, eu não desconto os dividendos. Meu preço médio então só é alterado quando compro novas ações ou quando há bonificações/desdobramentos/etc.

      Excluir
    6. Foi exatamente este blog que li. Obrigado.

      Excluir
  20. AdP,

    estava olhando aqui a sua planilha. Ela está ótima.

    Mas quando fui passar pro meu deu uns probleminhas. Na verdade assim que é feito um aporte/retirada deve-se corrigir as cotas, correto?

    É que teve mês que eu fiz mais de um aporte.... rsrsrsrs

    Pelo q eu li nakele artigo do INI deveria ser por data de movimentação, né?

    Se for isso mesmo, fica uma dica pra tu melhorar sua tabela: permitir mais de uma movimentação no mês!

    Daqui a pouco a tabela já serve pra administrar um Clube de Investimentos! =)

    To fazendo uma tabela pra mim mesmo por enqto! hehehe

    Realmente, esse método de cotabilização é muito bom!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica amigo.
      Mas o problema mora aí. Se começar a colocar mais funcionalidades e campos para preenchimento de dados, a planilha irá mais complicar do que ajudar. Mesmo com essa simplicidade, muita gente ainda tem dúvida de como preenchê-la. Imagina se o usuário se depara com vários campos para preencher! Além disso, já fiz algumas simulações e no final a simplicidade da planilha foi mais vantajosa. Mas de qualquer forma, o investidor que deseja sabe com precisão a valorização da carteira poderá fazer a sua própria planilha.

      Abraços

      Excluir
    2. Pois é! Como eu disse, ela está ótima!

      Mas já vou adiantando a tabela do meu futuro fundo que vou gerir vários milhões! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      []s!

      Excluir
  21. Poderia explicar como preencher o campo inflacao tirando os valores do portalbrasil? Devo utilizar o acumulado no ano? Porem o site so esta atualizado ate marc,o... Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O campo da inflação só funcionará após o preenchimento do valor da carteira e aportes do ano estarem preenchidos.

      Excluir
    2. Exato. A inflação é anual. Você precisará esperar o fechamento do ano para depois pegar o acumulado do ano.
      Se você sente necessidade de calcular a rentabilidade real mensal, deverá adaptar a planilha.

      Abraços

      Excluir
  22. Obrigado e parabéns pela planilha ADP!
    Tenho uma dúvida: Meu investimento em ações está assim:
    Carteira Aporte Cotas Valor da cota % mês % ano Histórico
    R$ 7.841,60 R$ 7.000,00 7000 R$ 1,1202 12,02% 12,02% 12,02%
    R$ 8.018,50 R$ 0,00 7000 R$ 1,1455 2,26% 14,55% 14,55%
    R$ 20.760,00 R$ 13.915,00 19147,5 R$ 1,0842 -5,35% 8,42% 8,42%
    R$ 18.864,00 R$ 0,00 19147,5 R$ 0,9852 -9,13% -1,48% -1,48%
    Porém, investi 20915 (7000+13915) e hoje, se vendesse, teria 18864, uma perda de 9,8%. A planhila me mostra -1,48%. Está certo isso?
    Obrigado, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Daniel.
      É porque o sistema verifica a valorização da cota, não da carteira. Você fez aportes em 2 momentos diferentes, mas estes aportes não influenciam no valor da cota.

      Para mais detalhes:
      http://www.ini.org.br/ini/site/informativo/Informativo_janeiro_2007.pdf
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/calculando-de-forma-correta-seus.html
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/calculando-de-forma-correta-seus_28.html

      Abraços

      Excluir
    2. Mas a forma correta de se calcular a rentabilidade não deveria ser a real? Porque, nesse caso, o valor de -1.8% me mostra uma rentabilidade muito inferior a realidade, iludindo o investidor.
      Talvez, o sistema de cotas seja o melhor calculo para os fundos de investimentos, mas nao para investidores pessoas fisicas interessados na rentabilidade real, no caso de realizacao dos lucros ou prejuizos.
      Agradeco e parabenizo novamente pelo seu trabalho. Abraço.

      Excluir
    3. Ok Daniel,
      Repetindo, o sistema calcula a rentabilidade da cota, não da carteira. O sistema não está iludindo ninguém. Se você quer fazer diversos aportes em momentos diferentes e quiser saber a rentabilidade total da carteira, você poderá utilizar este cálculo. Mas nesse caso a rentabilidade entre meses será uma incógnita.

      Abraços

      Excluir
    4. A planilha foi atualizada, e o seu problema foi devidamente resolvido.

      Abraços

      Excluir
  23. olá.
    Tenho acompanhado o blog. e iniciei o acompanhamento da minha carteira com sua planilha. estou com uma dúvida acerca da planilha. tenho um investimento de R$ 15.000,00 que rende R$ 450,00 mensal, sendo que o valor dos juros são retirados para aplicação em outro investimento. Então, acredito que o campo "carteira" deve ser sempre preenchido com o valor de R$ 15.000,00 e o campo "aporte" com o valor de (-R$ 450,00), né??? Para mim, a rentabilidade mensal seria de 3%, mas a planilha coloca como 3,09%. Donde vem esse 0,09% ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo,
      Pelo que entendi, na primeira linha você está colocando o aporte e a carteira como 15000
      Nas linhas seguintes você está colocando a carteira como 15000 e o aporte como -450. Mas você está falando para a planilha que primeiro tira 450 dos 15000 e depois que ele renderá, entende?

      15000-450=14550
      14550 com valorização de 3,09% chega de volta aos 15000.

      Ou seja, o preenchimento de dados está errado.

      Você não tira antes de render. Você espera render para depois tirar.

      Então o valor da carteira deverá ser de 15450 com aportes de -450, o que dará os seus 3%.

      PS.: Que investimento é este? Muito interessante. É impréstimo pessoal?

      Abraços

      Excluir
    2. FACTORING...KKKKKKKKKKKKK...
      Então sempre deve somar o valor do rendimento na carteira para, em seguida, colocar a retirada no aporte. Entendi??!!

      Excluir
    3. Sempre é uma palavra muito forte, rs.
      Entenda que a carteira é o final do mês e o aport é o início do mês. No seu caso, no 1º mês você investiu 15000 e essa carteira rendeu 450. No final do mês ficou com 15450. No início do 2º mês você fez a retirada desses 450, mas no final do mês continuou com os 15450. E assim sucessivamente.

      Abraços

      Excluir
  24. AdP,

    Recebi um valor referente ao cupon de uma NTNB, como devo computar o valor líquido lembrando que não reinvistirei o valor neste título?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da mesma forma de sempre.

      Aporte: Valor transferido do seu salário para a corretora. Se você fizer o contrário (corretora para banco), o aporte será negativo.

      Carteira: Soma de toda a carteira + parado na corretora.

      Ou seja. Se você não vai reinvestir, ou esse valor vai para o seu banco ou vai ficar parado na corretora. Se for para o banco, será aporte negativo. Se ficar parado na corretora, será somado na carteira. É a mesma coisa de sempre.

      Abraços

      Excluir
  25. Ola amigo, finalmente consegui achar uma planilha para calculo em cotas; já tinha tentado fazer pelo metodo do HC, mas o resultado não dava certo; depois de sua explicação ficou mais claro; obrigado pela dica
    Uma perguta ; Tem como fazer um grafico(tipo Pizza) de todos os investimentos para saber quais as porcentagens em relação a carteira total?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariotom, estou trabalhando em uma nova planilha.

      Abraços

      Excluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Tive um certo problema para calcular a rentabilidade, e acho que descobri o porquê. Como mais gente pode estar tendo a mesma dificuldade, passo a dica: o aporte não deve ser colocado na planilha na data em que foi realizado, mas sim no mês posterior, caso contrário a planilha erra ao calcular a rentabilidade da cota. Exemplo: Digamos que vc tenha 100k em 01/janeiro. Em 01/fevereiro, sua carteira vale 100,5K, e vc faz um aporte (no próprio dia 01/02) de 5k. Se vc colocar 100k como valor da carteira em janeiro, 5k como valor do aporte na linha FEV da planilha, e valor total da carteira 105,5k na mesma linha FEV, a planilha vai calcular 0,48% de rentabilidade, quando o correto seria 0,5%. A diferença ocorre porque a planilha entende que estes 5k estavam lá desde o começo do mes de janeiro, e que portanto o rendimento de 0,5k refere-se ao total de 105k, e não apenas aos 100k. Para ficar certo, vc vai ter que colocar 100k como valor inicial da carteira, 100,5k como valor da carteira em fev (com aporte 0) e acusar o aporte de 5k, feito no começo de fevereiro, apenas na linha de março, para evitar a distorção.
    Não é erro da planilha, mas o investidor tem que ter em mente exatamente como funciona para não acabar calculando errado.
    Espero ter sido claro... abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mata
      Ambos aporte e carteira são referentes ao referido período. Se você faz aporte no dia 01 do mês, deverá apurar a carteira no final do mês, no caso dia 30 ou dia 31, e não no dia 01 do m~es seguinte. Mas obrigado pela contribuição.

      Abraços

      Excluir
  28. AdP, boa noite.

    Entendi que devo lançar o valor da corretagem no aporte, mas na prática esse dinheiro não é investido, ele é gasto, então devo subtrai-lo do rendimento mensal. Correto?

    Muito obrigado pela planilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Entesourador. Seja bem vindo ao blog
      Aporte é o dinheiro que é transferido da sua conta bancária para a corretora 9nada além disso). Se você fizer uma transferência via DOC no valor de R$1.000,00, tanto faz se gastou 15, 20 ou apenas 1 real em corretagem. Tanto faz se fez trade, se deixou parado o dinheiro ou se comprou Tesouro Direto. O aporte foi de R$1.000,00.

      Abraços

      Excluir
  29. AdP, por favor veja o meu problema:
    Estou recalculando a cota toda vez que faço compras de ações, mais de uma vez ao mes, para isso uso a planilha do HC. Porém estou desconsiderando o dinheiro que fica na conta da corretora. Estou fazendo o calculo do rendimento só das ações mesmo. O problema reside nos dividenos e JSP que caem na corretora. Não posso considerar como aporte quando usar esse dinheiro para fazer compras porque as ações ficaram ex. Estou pensando em lançar os proventos como um ativo temporario que não altera a quantidade de cotas, mas o valor da cota, já que é rendimento. Daí quando eu comprar uma papel, eu lanço a compra com valor a menos do dividendo para resultar em menos cota. Depois dou baixa no ativo temporario e atualizo o valor do papel. Exemplo:
    Total valor cota quant cota
    Dia1 1000 100 10 valor da ação de 1000
    Dia2 900+100 100 10 900 do valor ex mais 100 de divid
    Dia3 950+100 105 10 valorização da ação para 950
    Dia3 210 105 2 Compra de ação por 310, mas lança 210
    Dia3 950+310 105 12 Dou baixa no dividendo e atualizo o valor do papel
    Que que você acha desse procedimento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mateus,
      Você está complicando muito as coisas.
      Antes de tudo, a planilha é de acompanhamento mensal, não diário. Mas acredito que é possível adaptá-la.
      A maneira correto é a maneira mais simples. Aporte é o dinheiro que você transferiu para a corretora, e carteira é a soma do "patrimônio". Se você comprou ações, fez trade, fez poupança ou deixou o dinheiro parado, tanto faz para a planilha. Ela quer saber o quanto você transferiu para a corretora no período (aporte) e a soma do seu "partimônio" (carteira).

      Abraços

      Excluir
  30. Confused Investor3 de julho de 2012 09:43

    AdP, primeiramente, parabéns e obrigado pela imensa colaboração sua ao disponibilizar a planilha. Minha dúvida é com relação aos dividendos, como considerá-los. Vamos a uma carteira hipotética que contém 400 ELPL que não se valoriza mas distribui dividendos:

    JAN2012
    +10.000,00 (ELPL a 25,00)
    + 1.000,00 em conta.
    =11.000,00 em carteira

    FEV2012
    + 9.500,00 (ELPL a 23,75 ex-div)
    + 1.000,00 em conta.
    =10.500,00 em carteira

    ABR2012
    idem

    MAR2012
    + 9.500,00 (ação a 23,75)
    + 1.500,00 em conta (recebimento dos dividendos).
    =11.000,00

    Considerando que não houve valorização da carteira, explica como apresentar os valores em fevereiro e em abril? Eu deveria acrescentar o direito de 500,00 nestes dois meses para não haver distorções na valorização. Observe que não houve valorização da carteira nestes quatro meses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que entendi, sua pergunta é se devemos considerar o direito dos dividendos mesmo se ainda não recebemos. Eu particularmente só considero o dinheiro no bolso, mesmo que você tenha o direito de receber. Então, mesmo com a data ex, eu não considero este dividendo, até a data que ele cai na conta. E não é apenas eu que faço isso não. Os outro blogueiros (com exceção de um) também fazem isso. Então eu deixaria o valor descontado mesmo (do jeito que você colocou acima), pois o dividendo ainda não faz parte da carteira.

      Abraços

      Excluir
    2. Confused Investor3 de julho de 2012 10:22

      Mas se considerarmos somente o dinheiro em conta teríamos a seguinte valorização mensal, quando na verdade não houve valorização nenhuma.

      MÊS CARTEIRA COTA
      JAN 11.000,00 1,00000
      FEV 10.500,00 0,95455
      MAR 10.500,00 1,00000
      ABR 11.000,00 1,04762

      Excluir
    3. Confused Investor3 de julho de 2012 10:35

      Hoje estou insuperável. Mais uma correção:

      MÊS CARTEIRA COTA
      JAN 11.000,00 1,00000
      FEV 10.500,00 0,95455
      MAR 10.500,00 0,95455
      ABR 11.000,00 1,04762

      Excluir
  31. Confused Investor3 de julho de 2012 10:15

    Só uma correção: março antecede abril, e os dividendos foram recebidos em abril.

    E se em MAI2012 ocorresse isso?

    +11.00,00 (~463 ELPL a 23,75)
    + 0,00 (reinvestimento dos dividendos e do dinheiro em conta).
    =11.000,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto faz se você reinvestiu os dividendos, ou se deixou parado na corretora, ou se faz trade, etc. A planilha só quer saber o aporte e o valor da carteira.

      Abraços

      Excluir
  32. Vendolino Fischer3 de julho de 2012 10:16

    Gostei muito da proposta de sua planilha. Era o que eu procurava. No entanto, parece que ela tem um erro no cálculo do % anual e do histórico.
    Como faço para corrigir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vendolino Fischer3 de julho de 2012 11:20

      Quando lanço o segundo valor da carteira e o aporte, o rendimento mensal está certo, mas o anual e o histório são muito grandes, tipo, o rendimento mensal deu 0,94%, e o anual 500000%
      Será que estou lançando errado?

      Excluir
    2. Sim está. Quais são os valores?

      Abraços

      Excluir
    3. Vendolino Fischer3 de julho de 2012 15:57

      Quando são lançado os aporte e carteiras seguinte ao primeiro, o cálculo do rendimento mensal está correto, mas o anual e histório apresentam valores completamnete absurdos. Por exemplo, o rendimento mensal, de um caso de lançmentos reais, o rendimento mensal foi de 0,94%, e o anual, mais de 500000%, igualmente o histórico.
      Pode me oreintar sobre o que estou errando?

      Excluir
    4. Sim, mas quais são os valores que você está digitando e onde você está digitando?

      Abraços

      Excluir
  33. AdP, o valor mensal da carteira deve ser computado, na planilha, deduzido do aporte??????

    Ex: Carteira: R$ 100.000,00 e aportes de R$ 10.000,00. Nos R$ 100.000,00, já não estarão compreendidos os R$ 10.000,00?

    Não etendi nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para não complicar, assumo que aporte é o dinheiro novo do mês que você coloca nos investimentos (por ex. uma transferência para a conta da corretora). Já a carteira é a soma total dos seus investimentos.

      Veja algum fechamento do mês no meu blog e observe os valores que coloco na planilha.

      Abraços

      Excluir
  34. oi amigo, tem como introduzir mais abas de investimentos, por exemplo, se eu tiver 4 contas poupança, ações, fii, cdb, etc. Obrigada, Su.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Su,
      Quando fiz a planilha, tentei deixá-la com mais abas, mas dava alguns problemas. Não sei se o problema era devido a alguma limitação do Excel (o problema acontecia na aba consolidado. Falava que a fórmula era muito grande), ou se o problema era devido a ignorãncia e/ou inexperiência minha. Espero que entenda. Vou ficar devendo isso para você.
      De qualquer forma, tente fundir algumas poupanças e as contabilize como apenas uma. Acho que assim será melhor.

      Abraços

      Excluir
    2. Obrigada! Vou seguir sua sugestão e fundir as poupanças, aí vai dar certinho. Su.

      Excluir
  35. A planilha foi atualizada. Quem baixou a versão antiga, baixe esta nova.

    Abraços

    ResponderExcluir
  36. Olá ADP.

    Não sei o que aconteceu mas coloquei os valores e NADA. Não calculou as cotas =S

    Ganhando Muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A planilha está normal. Baixe de novo.

      Abraços

      Excluir
  37. Olá,
    ADP, estou com uma dúvida eu coloquei aporte na corretora pela 1º vez, em seguida comprei ações então fiz retirada da corretora para as ações, então dei o valor da saida da conta da corretora como aporte nas ações.ou seja, pelo que entendi a planilha mata a saida com a entrada e não dá no consolidado como aporte.
    E no novo aporte que realmente fiz na corretora tive que colocar como saldo final do mês na corretora, ou sejá, eu tive retabilida na corretora (novo valor depositado) e se eu não tivesse feito entrada só a saida iria ficar negativo. Isso não afeta realmente a rentabilida do que está investido no consolidado. Ah! tentei copiar as abas e criar novas abas para colocar cada ação em uma aba para acompanha a retabilidade de cada uma mas não deu certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, não entendi quase nada do que você escreveu. Poderia simplificar (ou dizer os valores)?

      Abraços

      Excluir
    2. Bom, vamos supor abri minha conta na corretora, certo? Ah!coloquei na planilha esta nova conta.
      Transferi da poupança para a corretora R$ 2000,00 (exemplo).
      Comprei ações, logo R$ 500.00 sai da conta da corretora e vai para as ações.
      Só que no mesmo mês que sai os R$ 500,00 que faço a saida ,eu aporto R$ 400,00 então eu tenho que colocar estes R$400,00 fazendo parte do saldo final da corretora (pois não dá para fazer entrada(aporte) e a saida no mesmo campo), o que faz com que eu tenha rentabilidade do saldo da corretora. Minha dúvida é você trabalha com saldo de corretora e conta correte na planilha?

      Excluir
    3. Pelo que vi parece que você não leu toda a postagem. Antes de tudo, ao comprar ações não há saída nenhuma.
      Uma coisa é o aporte, outra é carteira. Vamos lá
      1º Aporte do mês - 2000
      2º Aporte do mês - 400

      Aporte total - 2400

      Compra de ações não é saída.

      Em caso de retirada de dinheiro, da sim para fazer os dois no mesmo campo. É só somar e subtrair. Simples.

      Caso não tenha lido a postagem, favor ler.

      Abraços

      Excluir
    4. Ok! Vou ler com mais atenção.
      Bom, só pra ver se eu entendi, então o saldo que está na corretora e eu compro ações com ele, eu não dou como saída? Certo? Apenas faço o aporte como açoes. É isso?
      Agora o que eu tirei da poupança e coloquei na corretora está certo? Eu fiz a retirada da poupança (aporte negativo) e dei como aporte na corretora, ou seja, a entrada matou a saída e no consolidado o aporte que dei na corretora fica zerado no consolidado ou eu não deria fazer a saída da poupança? Me ajuda por favor?
      Desculpa está te amolando mas é tudo muito novo pra mim.

      Obrigada.

      Excluir
    5. Aporte é o que transferiu para a corretora. Se você comprou ações depois, fez trade, deixou parado, tanto faz. Aporte é o transferido para a corretora.
      Suas dúvidas estão na postagem.

      Abraços

      Excluir
    6. Agora acho que entendi.
      Eu tenho que trabalhar com a planilha da seguinte forma:
      o valor que foi para a corretora e usei para comprar ações, na planilha eu tenho que trabalhar como sendo um investimento só corretora + ações (único investimeto). Certo?
      E o valor que eu transferi da poupança para a corretora? Eu coloco o valor como aporte negativo na poupança ou não, apenas finalizo com o saldo do fim do mês?
      Ultima dúvida se eu fizer cópia de uma das abas ela não entra no consolidado não é?
      Desculpa tem mais uma, você trabalha na planilha com o valor que está em conta corrente ou realmente só o que é investimento ou seja conta corrente não entra?

      Excluir
    7. Bom, com o valor que está na corretora eu tenho que trabalhar com ele da seguinte maneira: se eu comprar ações, no final do mês eu somo o valor que a ação esta valendo mais o que tenho parado na corretora e jogo como saldo final (corretora + ações)unico investimento.É isso?
      Você trabalha com conta corrente ou não entra a conta corrente nesta planilha já que ela não é considera investimento?
      Quanto ao valor que eu tirei da poupança para a corretora como eu faço na planilha na aba da poupança coloco aporte - ou não faço nada?

      Excluir
    8. "o valor que foi para a corretora e usei para comprar ações, na planilha eu tenho que trabalhar como sendo um investimento só corretora + ações (único investimeto). Certo?"
      Sim.

      "E o valor que eu transferi da poupança para a corretora? Eu coloco o valor como aporte negativo na poupança ou não, apenas finalizo com o saldo do fim do mês?"
      Por favor, dê uma olhadinha no último parágrafo da postagem.

      "Ultima dúvida se eu fizer cópia de uma das abas ela não entra no consolidado não é?"
      Ela não entrará. Será necessário alterar a planilha "consolidado".

      "Desculpa tem mais uma, você trabalha na planilha com o valor que está em conta corrente ou realmente só o que é investimento ou seja conta corrente não entra?"
      Conta corrente que você fala é o da corretora ou do banco? Se for o da corretora eu conto. O do banco, que utilizo dos meus gastos mensais, fica de fora.

      "Bom, com o valor que está na corretora eu tenho que trabalhar com ele da seguinte maneira: se eu comprar ações, no final do mês eu somo o valor que a ação esta valendo mais o que tenho parado na corretora e jogo como saldo final (corretora + ações)unico investimento.É isso?"
      De acordo com a postagem, sim. Seria uma boa ideia dar uma lida completa na postagem.

      Abraços

      Excluir
    9. Olá ADP,
      Estou te enchedo o saco, né?
      Bom, li a postagem mais uma vez, e acredito que agora vai...
      Porém fiquei com uma dúvida. Prometo que é a última.
      Em junho tirei R$ 5.000,00 da poupança (-5.000,00) como está escrito na postagem.
      No mesmo mês (junho)dei os R$ 5.000,00 como aporte na conta da corretora.
      Porém no consolidado o aporte fica zerado, está correto? Ou seja a saida da poupança matau a entrada (aposte) da corretora e fica zerado, certo?
      Obrigada
      Lih

      Excluir
    10. Sim, amigo. O consolidado é a união de suas operações. Se você tira 5000 de um investimento e coloca 5000 em outro, vai dar zero de aporte. Seria estranho se ele dissesse que o aporte foi negativo ou positivo. :)
      Tá enchendo o saco não. O que não estiver claro na postagem, pode perguntar.
      Abraços

      Excluir
  38. Olá,

    Vi esse comentário seu:
    "Eike, aporte é o que você transferiu para a corretora. Se transferiu 1000 reais, comprou 950 em ações e os custos foram 20, sobrando 30, o aporte será de 1000, pois é o valor transferido."

    Se estou inserindo dados de investimento de TD, transfiro 100 reais e compro R$ 79 em um título de TD, sobram-me R$ 21 na corretora, correto? Eu insiro como aporte os 79, correto? Lembrando que pela corretora que utilizo, não se cobra taxas administrativas.

    Ab.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conforme falei pro Eike, Aporte =100.

      Abraços

      Excluir
    2. Confesso que não entendi. Esses R$ 21 que nao estão aplicados no TD, mas sim depositados na minha conta da corretora não estão rendendo. Eu inserindo os 100 como aporte, ao calcular o rendimento, será incluído um valor que não estava rendendo. Tu pode explicar melhor?

      Obrigado

      Excluir
    3. Vamos a um exemplo.
      Transferência de 100.
      Digite aporte = 100

      Você comprou um título gastou um total de 79 reais. Para a planilha tanto faz o que você fez com o dinheiro. Some seus investimentos no final do mês.
      Supondo que no final do mês o seu título valha 80 reais.

      Seus investimentos serão 80 + 21 (parado na corretora).
      Digite 101 na carteira.

      Você aplicou 100, está com 101. A planilha vai acusar 1% de lucro.

      Dê uma lida na postagem com mais calma. Pergunte algo que não esteja na postagem, ou que não esteja claro.

      Abraços

      Excluir
  39. Ótimas explicações. Realmente perguntei porque não estava claro. Li e reli várias vezes e ainda sobraram dúvidas porque sou amador e muito recente na lógica dos investimentos.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tenha entendido. Fico feliz em saber isso.

      Abraços

      Excluir
  40. Esta aqui? Aprendi acompanhar os comentários do POST ALP, basta teclar no "inscrever-se por email" que manda um email notoficando os novos comentarios

    ResponderExcluir
  41. Duvida 01: posso renomear as abas de investimento1 para TD por ex?

    Duvida 02: Recebo dividendos de uma ação que possuo, mas ela vem de um clube de investimento, ja sendo depositada direta na minha conta corrente. Não reinvisto na ação. Como devo fazer?

    Duvida 03: Neste seu exemplo o inicio CDB foi de 3540,00 (coloco no aporte o inicio do investimento) ex 01/07. Dia 31/07 voce viu que tava 3568,04, é isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 01: sim
      02: A carteira será valor do clube + dinheiro parado.
      03: Sim.

      Abraços

      Excluir
  42. Com exemplos vi que assimilo mais rapido. Tenho 1.000 no dia 30/07 no dia 31/07 foi depositado 10 de dividendos na minha conta corrente particular. Pego este dinheiro para comemorar. Como devo lançar?

    Coloco 1010 na carteira e um aporte -10?

    ResponderExcluir
  43. Se você tem 1000 reias no dia 31, após o depósito dos dividendos você está com um total de 1010. mas você retirou 10 reais, sua carteira volta a valer 1000. Como retirou 10 reais, será descontado 10 reais do aporte.

    Abraços

    ResponderExcluir
  44. Ola
    Tenho uma pergunta.

    1.Iniciei a planilha gora em 1º de setembro. Coloco o valor da carteira na coluna aporte de setembro, correto?

    2. se o mes terminasse hoje, coloco o valor que tenho na coluna carteira de setembro, correto?

    3. e o aporte que fiz no dia 5 de setembro, coloco onde? Entendi e achei ótima a planilha, mas so nao entendi esse inicio.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CSRB
      1.Exato
      2.Exato
      3.O aporte você soma com a carteira inicial.

      Abraços

      Excluir
  45. Boa tarde ADP, preenchi a planilha com os seguintes dados:

    Carteira Aporte Cotas Vr da cota % mês % ano Hist
    R$ 28.744,87 R$ 28.744,87 28744,87 R$ 1,0000 0,00% 0,00% 0,00%
    R$ 42.371,84 R$ 13.474,25 42219,12 R$ 1,0036 0,36% 0,36% 0,36%
    R$ 44.621,50 R$ 2.009,90 44221,77576 R$ 1,0090 0,54% 0,89% 0,89%
    R$ 44.789,46 R$ 0,00 44221,77576 R$ 1,0128 0,38% 1,27% 1,27%
    R$ 1.899,41 -R$ 42.900,00 1865,512029 R$ 1,0182 0,53% 42,92% 42,92%

    Quando eu fiz o saque de R$42.900 ele me deu uma porcentagem do ano e histórica absurdamente alta... a do mês deu ok.. sabe dizer se foi erro da planilha? Estou usando a sua versão v1,1.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADP, verifiquei nos outros comentários que mais dois colegas tiveram o mesmo problema. São os abaixo descritos.

      Anônimo29 de abril de 2012 02:34

      Vendolino Fischer 3 de julho de 2012 10:16

      Excluir
    2. Olá CLS
      Você está dizendo para a planilha que durante os período, você fez um aporte total de R$1329,02 e agora sua carteira vale 1899,41.
      O ganho de 570,39 representa 42,92%.
      Caso não se sinta confortável com este dado, o interessante é que você inicie em outra planilha o mês seguinte.

      Abraços

      Excluir
  46. Olá ADP,
    que ótima iniciativa a sua tanto na parte de educação financeira quanto ao disponibilizar essas planilhas para outros pequenos investidores. Desde que descobri o seu blog me tornei um frequentador assíduo. Parabéns!
    Só que eu estava modificando a planilha e resolvi colocar uma coluna a mais que chamei de "variação" que contém explícito o valor da variação mensal. Só que não sei como reaproveitar a fórmula para várias linhas mudando dois parametros. Dá muito trabalho fazer uma por uma xD

    exemplo: linha 1-> =SE((C8="");"";C9-C8)
    linha 2-> =SE((C8="");"";C10-C9)
    linha 3-> =SE((C8="");"";C11-C10)
    .
    .
    .
    um abraço e parabéns de novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que estou entendendo, o C8 é um valor estático, e o C9 e C8 mudam. Pegando o seu exemplo, voc~e deveria fazer assim:
      linha 1-> =SE(($C$8="");"";C9-C8)

      Depois disso, clique nesta célula. No cantinho direito baixo tem um quadradinho. Clique e arraste ele para baixo.

      Caso C8 não seja estático, retire os $ da fórmula.

      Abraços

      Excluir
  47. Adp, antes de qq coisa, sou seu fã e eterno agradecido pela elaboração e disponibilização da planilha, vinha usando-a por uns 6 meses já. Ocorre que agora comecei a vender alguns papéis, recomprá-los, utilizar o dinheiro da venda de ações para comprar, por exemplo, FII, enfim, confesso que me "embananei" e o que estava tão certo para mim, pareceu-me, agora, bastante confuso.

    Dividi as abas de minha planilha em AÇÕES, CDB, TD, FII e POUPANÇA. A questão é, faço um aporte, por exemplo, 10k, até então, só registrava na planilha esse aporte após realizar a destinação dessa quantia, por exemplo, 4k para CDB, 1k para TD e 5k para AÇOES.

    Até aí tudo bem! Mas esse mês realizei uma venda grande de ações, 5k, desses comprei 1k de CDB, 3k de FII e 1k, novamente, de AÇÕES.

    Sei que devo colocar o aporte como negativo no caso de venda, mas e se comprei e vendi, faço a compensação!? E o dinheiro que restou parado, em conta da corretora!?

    Devo entitular uma aba como "dinheiro parado" para facilitar minha vida!?

    Quando aportava 10k e investia, de fato, somente 8k, eu não considerava esses 2k que ficavam na corretora como aporte, simplesmente ignorava qualquer valor parado, reside aí meu erro!?

    Abraço e, desde já, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O dinheiro parado em conta da corretora entra na soma da carteira.
      Ex. Você tem 100 XPTO3 a 1 reais cada e tem 2 reais parados na corretora.
      Logo sua carteira será de 102 reais.

      Não há necessidade de aba "dinheiro parado" pois ele já conta nas carteiras dos respectivos investimentos.

      Não existe compensação. Transferências para a corretora são aportes e transferências para fora da corretora são retiradas.

      "Quando aportava 10k e investia, de fato, somente 8k, eu não considerava esses 2k que ficavam na corretora como aporte, simplesmente ignorava qualquer valor parado, reside aí meu erro!?"

      Aporte não é o que você utiliza, e sim o quando é transferido. Se utilizou 8k tanto faz. O aporte será 10k e os 2k não utilizados serão contabilizados na carteira. Sugiro você a consertar a carteira.

      Abraços

      Excluir
  48. Parabéns pela iniciativa AdP.
    A partir de hoje, passo a acompanhar o blog!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  49. bom dia ADP
    parabéns pela excelente planilha. só tenho uma dúvida. zerei minha posição em títulos do tesouro direto. como faço para lançar tal venda?? e caso eu volte a investir de novo? farei em uma nova aba, já que na antiga restou escrito #valor
    saudações!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só fazer o aporte como o valor da venda (negativo, claro) e colocar a carteira como zero.

      Se voltar, pode até utilizar a mesma planilha. Provavelmente em alguns meses você não terá invetido e suas respectivas células estarão apagadas. Mas caso você ache muito estranho, pode utilizar outra aba.

      Abraços

      Excluir
  50. Colegas, peço humildes desculpas pela demora em responder às perguntas. É mais fácil visualizar as perguntas das postagens mais recentes, e por isso muitas perguntas aqui passam batido. Ao fazerem perguntas aqui, deixem um lembrete na postagem mais recente do blog.

    Abraços

    ResponderExcluir
  51. Ola.
    Segundo mes de planilha e parece que algo está errado.

    Iniciei a planilha em setembro, colocando o valor total no inicio do mes somando os aportes na coluna Aportes Linha Set. no ultimo dia do mes coloquei o valor que tinha na carteira. A planilha funcionou direito.

    Agora, coloquei o valor do aporte na coluna Aportes linha Out e o valor da carteira de ontem na coluna Carteira Outubro. A rentabilidade deu 4400%.

    Nao encontrei meu erro. Seria algum erro de formula?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizer apenas isto é muito vago e fica difícil ajudá-lo.
      Por favor, ou diga os valores ou mande a planilha para mim através do email.

      Abraços

      Excluir
    2. Já te respondi por email, amigo. Baixe a planilha de novo, pois por algum motivo as fórmulas de sua planilha foram modificadas.

      Link:
      http://dl.dropbox.com/u/34741831/Planilha%20de%20Acompanhamento%20de%20Rendimentos%20mensais%20-%20Cotas%20v1.1.xls

      Abraços

      Excluir
  52. Amigo, a planilha parece ser muito útil, mas estou preenchendo os campos em azul e nada acontece. Quando eu abro a planilha, aparece um aviso que ela tem campos congelados e que é possível que eu não consiga usá-la adequadamente. Será que é isso? Obrigado

    ResponderExcluir
  53. Desculpa pela falta de identificação no post acima. Meu nome é Alexandre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandre
      Você está usando no Excel. Sei que no Excel funciona normalmente. Em outras plataformas eu não testei.

      Abraços

      Excluir
  54. Na planilha Investimento I, recomendo que na célula N8, coloque um "Se(E(..." para não dar erro caso não tenha sido preenchido toda a tabela...

    ResponderExcluir
  55. Amigo, fiquei com dúvida em relação à coluna relativa ao valor da carteira. Você diz que não é obrigado a ser feito no fim do mês mas que o ideal é ser feito antes do aporte. Qual o impacto de contabilizar o valor da carteira após o aporte ?


    Abraço

    ResponderExcluir
  56. ADP, parabéns pela planilha. Baixei hoje e vou começar a usar. Abraços.

    ResponderExcluir
  57. tenho nem o que falar a planilha e maravilhosa

    ResponderExcluir
  58. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  59. ADP, admiro muito suas planilhas, mas não consigo utilizar essa planilha, pois quando jogo o valor da carteira e do aporte na planilha os valores não aparecem corretamente fica #VALOR! em todas as células verdes. Já baixei a planilha várias veezes e o problema continua.

    Ass: Alex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está utilizando o Excel? Só testei a planilha nele.

      Abraços

      Excluir
    2. Eu uso o Excel 2010 e está atualizado. Mas vou testar em outra máquina.

      Ass:Alex

      Excluir
  60. ADP, parabéns pela planilha. Só estou tendo um problema com ela, pois nó início ela atualizava as valorizações automaticamente na aba investimento 1 que utilizo, e agora só atualiza na aba consolidado. Tem como atualizar na aba investimento 1 também, pois ela é a única que eu uso.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua planilha deve estar com algum problema nas fórmulas. Tente baixar de novo.

      Abraços

      Excluir
    2. Já fiz isso, aí ela funciona nos primeiros dias e depois acontece isso que te falei.
      É uma pena.

      Excluir
  61. Excelente pagina e excelente iniciativa.

    Nao baixei o arquivo porque considerei a compreesao da modelagem bem simples (e por isso otima). Fiz minha propria versao e os resultados batem (nem poderia ser diferente - a matematica por tras eh basica).

    A dificuldade de alguns deve ser motivada pela pouca experiencia com o excel. Realmente nao tem erro.

    Aa questoes pertinentes a aportes vs rentabilidade das cotas devem ser, em minha opiniao, entendidas assim: o sistema de cotas eh mais apropriado a mensuracao diaria. Alias eh assim q os fundos de investimento trabalham... eu nao tenho tempo para isso entao prefiro aceitar eventuais distorcoes, como o fato do aporte ser feito antes ou depois do fechamento da cota mensal. Posso fazer e faco aportes e resgates ao longo do mes e fecho a cota no fim do mes. E ponto final. A distorcao - se houver - eh irrelevante para pequenos investidores.

    O grande lance de tua explicacao eh a sacada DO QUE EH UM APORTE. Eh apenas o que vc aplica bruto na conta da corretora. Esqueca compras e vendas e taxas e rendas dentro da conta da corretora. Eu demorei um tempo para aceitar isso. Quando me converti (risos) achei o maximo pq eh uma ideia obviamente simples e q casa perfeitamente com meus outros controles financeiros... ALEM DO OBVIO: eh a maneira certa de fazer.

    Parabens e um abraco.
    Manoel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoel,
      Realmente esta questão de saber o que é aporte não é fácil de aceitar de tão simples a proposta. Mas é isso mesmo, o aporte é o valor transferido, independente se você deixou o dinheiro parado na corretora ou fez 10.000 compras e vendas. A planilha só quer saber o valor transferido, não o que você fez com o dinheiro.

      Abraços e sucesso

      Excluir
  62. Olá AdP, tudo bem? Excelente planilha, vou começar a utiliza-la este ano. Já utilizo a outra planilha de preço médio e gerenciamento dos investimentos, agora vou utilizar esta. Estou em dúvida sobre a coluna Carteira, vamos ver se pode me ajudar.

    Digamos que eu tenha inicialmente R$ 1000,00 reais investidos em ações em janeiro e sobrou R$10 que ficaram parados na corretora; no fim deste mês as ações compradas (renderam e) somaram R$1100,00.

    1 - Para Janeiro, devo preencher R$1000,00 para ambas as colunas (carteira e aporte).

    2 - Em fevereiro, faço um aporte de R$1000,00, então devo preencher na coluna carteira R$1110,00 a soma do, principal + rendimentos + dinheiro parado de janeiro... e na coluna aporte R$ 1000,00?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora para responder. Nem sempre venho nesta postagem. Vamos lá:
      Primeiro, assuma que aporte é o dinheiro transferido da sua conta corrente para a corretora e que a carteira é o valor de seu investimento no último dia do mês.
      Segundo. Não há segundo. É só o primeiro mesmo. Se você seguir isso, não vai se enrolar.
      Você aportou em janeiro 1000 reais. Pronto, este é o valor do aporte em janeiro. Agora você vai esperar o dia 31 de janeiro para preencher o valor da carteira.
      Pelo que entendi, no fim de janeiro suas ações valiam 1100 reais. E ainda tinha 10 reais na corretora. Logo, o valor da carteira é de 1110 reais. É este valor que você coloca na carteira em janeiro.
      Pronto, o ciclo de janeiro já está formado e agora é hora de preencher fevereiro.
      Em fevereiro você fez um aporte de 1000 reais. Beleza. Preencha 1000 no aporte de fevereiro. Agora você esperará o dia 28 de fevereiro para preecher a carteira de fevereiro.
      Lembre-se que não estou falando para anotar se fez trade, se caiu dividendos, se alugou ações ou etc. Para registrar isso você deverá utilizar outra planilha. Esta planilha é apenas para verificar o avanço de seus rendimentos.
      No dia 28 de fevereiro você apenas somará o valor de suas ações com o valor parado na corretora. Se você reinvestiu ou não dividendos isso não importa para esta planilha. Ela só quer saber aporte (que é o valor transferido da conta corrente. dividendo não é aporte) e valor da carteira (ações + parado na corretora). Simples assim. Sem complicação. Não tem que somar nada de rendimento não. Some o valor das ações com o parado na corretora que a tabela te dirá o rendimento. É a tabela que te diz o rendimento, e não você que diz a ela.

      Abraços

      Excluir
  63. ADP, muito boa a planilha, útil como a de registro! parabéns de novo!

    Li todo o post e todos os comentários, mas mesmo assim fiquei com uma dúvida, espero contribuir para esclarecer e não estar sendo impertinente.

    É o seguinte:

    Acredito que entendi que "aporte" significa "dinheiro transferido para a corretora" e que a planilha não quer saber em que ações/títulos especificamente você investiu. Enfim, aporte não significa "dinheiro aplicado no investimento". Acredito que entendi também que “carteira” é o dinheiro que você tem perante a corretora, seja investido, seja parado na conta corrente dela. Acho que entendi também que primeiro se informa o aporte e depois o verifica-se o valor da carteira para que a planilha calcule a rentabilidade.

    Estou começando a usar a planilha agora, sendo que iniciei meus investimentos também agora, em FEV.13.

    Tenho 2 investimentos operados a partir da MESMA corretora: Ações e TD. Após fazer a transferência do meu bolso para a corretora, divido o valor entre os dois investimentos. Por exemplo: transferi 1k para a corretora, sendo que depois apliquei 450 em ações e 450 em TD. Tenho, portanto, 900 investidos e 100 parados na conta corrente da corretora.

    Daí minha dúvida: preciso lançar os valores específicos para cada investimento (ações ou TD), para saber sua evolução individual. Considerando que são os primeiros dados e considerando (hipoteticamente) hoje, 20/02/2013, como o início e fim do mês de Fev.13, se eu considerar o valor de transferência (aporte) para os dois investimentos, isto é, escrevê-los tanto na aba Ações e na aba TD, fica no consolidado como se eu tivesse aporte/carteira 2k!

    Mesmo se eu inserir 1k em só uma aba dará errado, pois o somatório com os aportes seguintes sempre considerarão o aporte inicial 1k, mas este 1k não representa o que realmente está aplicado naquele investimento. Ex.: se na aba TD, ao iniciar o preenchimento da planilha, eu lançar aporte/carteira 1k e no meses seguintes fizer a soma dos aportes seguintes ao valor inicial, a carteira sempre terá 500 a mais!

    Só consigo imaginar que o único jeito de evitar isso seria considerar aporte do investimento só o que foi naquela categoria efetivamente aplicada descontando-se o parado na corretora, ou ter uma corretora para cada investimento rsrrsrs

    Assim, acho que meu problema é não estar entendendo como fazer a correta divisão de dinheiro de cada investimento para que o consolidado não some valores repetidos. Na verdade, nem sei dizer exatamente o que não estou entendendo, se é a noção e identificação de aporte, se é a divisão ou outra coisa rsrsrs

    Socorre nois aê!!!

    Agradecido!

    Ass. Menezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Menezes,
      Neste caso você terá que fazer uma divisão, mesmo que o dinheiro esteja na mesma corretora.
      Eu sugiro que, no caso do TD, você coloque o aporte o dinheiro aplicado. Todo o restante é o aporte das ações.
      Por exemplo, se você comprou um titulo por 453 reais, coloque este valor como aporte dele e os 547 reias restante é o aporte das ações. E todo o dinheiro da corretora seria somado às ações. O caixa do TD seria sempre zerado. No consolidado aparecerá os 1000 reias, que é o dinheiro que foi efetivamente transferido para a corretora.
      Digo isso porque as ações possui um fluxo de caixa mais dinâmico, sempre com pagamento de dividendos, lançamento coberto ou aluguéis. Então acho melhor assumir que o valor parado da corretora é toda das ações.
      Mas se você investir em títulos com pagamentos semestrais, aí você deverá considerá-los.
      Você terá que analisar e separar seus investimentos, mesmo que estejam na mesma corretora. Eu faria do jeito que descrevi acima, que é o mais simples.

      Abraços

      Excluir
  64. Olá Adp, blz?

    Se possível, me tira uma dúvida, estou começando a utilizar a planilha e estou apenas duas abas. Uma delas é uma conta poupança que tenho em um banco e a outra é a conta da corretora. Todo mês, meu salário cai na minha poupança e uma parte dele eu transfiro para a conta da corretora para algumas operações. Por exemplo, na aba aporte da minha poupança eu adiciono R$ 2000,00, e transfiro R$ 500,00 para a corretora. É certo informar que na poupança o aporte foi de R$ 2000,00? Digo isto, por que depois na aba consolidado, aparece que o aporte geral foi de R$ 2500,00, o que na verdade parte foi retirada de uma e aportada em outra.

    Obrigado.

    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O correto é 1500 na poupança e 500 em ações.

      Abraços

      Excluir
  65. Adp, como faço para contabilizar a custódia?
    Apenas retiro do caixa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim contabilizar a custódia? Levar em consideração apenas os valores em ações? Se for isso então é tirar o caixa.
      Abraços

      Excluir
  66. Porque, a porcentagem de remuneração anual muda, mesmo que a porcentagem mensal fique inalterada???. Exemplo, quando eu coloco um aporte de 1.000 e repito o valor da carteira+1000, obviamente a variação mensal fica 0%, porque não houve mudança. Mas a porcentagem do anual muda. Outra coisa, quando eu coloco um aporte no ultimo dia do mês, a porcentagem também muda, não sei deveria ser assim. Ex. minha carteira durante o mes cresceu 2%, de 1000 foi para 1020. Se eu um aporte de mais 1.000, a carteira vai ficar com 2020 e aí porcentagem de de variação diminui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adolfo,
      É porque o cálculo entre meses é diferente do cálculo no ano.
      O cálculo entre meses é feito pela diferença entre o valor da cota. No cálculo no ano é feito pelo seu patrimônio. Para a planilha, toda a rentabilidade do ano é relacionado aos aportes. Vou te explicar com um exemplo.
      Suponha que no ano você tenha aportado 1000 reais. Mas sua carteira está valendo 1100. No ano ele marcará com 10% de valorização, correto? Vamos supor agora que no próximo mês você aporte 100 reais. Este mês não houve valorização. Então no final deste mês, seu aporte do ano ficará como 1100 reais e carteira de 1200. No mês não houve valorização, mas a planilha anual entenderá diferente. Ela entenderá que no ano você aportou 1100 reias e ganhou apenas outros 100, ou seja, sua rentabilidade cairá de 10% para 9,09%.
      Entretanto, caso você não concorde com esta ideia, é possível acompanhar a rentabilidade anual apenas pelo valor da cota. Diminua 1 do valor da cota atual e você verá que sua rentabilidade anual permanecerá a mesma, se fizer deste jeito. Cada um poderá olhar de maneira diferente. Não sei se fui claro na minha explicação. Se restar dúvidas pode colocar por aqui ou me enviar um email.
      Sobre a outra pergunta, se você colocar aporte no fim do mês, para a planilha é indiferente. Ela entenderá que você aportou 2000 reais naquele mês e obteve rentabilidade de apenas 20. Caso não se sinta confortável com isso, aconselho a você considerar aporte do último dia do mês como se fosse do mês seguinte.

      Abraços

      Excluir
  67. Boa noite,

    estou como uma dúvida, todo mês faço aporte de 500 reais, invisto uma parte em Ações e outra em Tesouro Direto, geralmente faço o seguinte, no aporte do Investimento 2 coloco o valor exato do título do tesouro, no Investimento 1 coloco o valor restante do aporte, ou seja, o valor das ações compradas mas o restante.

    Este mês fiz aporte de 360 reais, sendo que 200 foram para ações e 160 para compra de um título do tesouro, no valor de 172,25, os 12,55 reais a mais saíram do excedente que estava parado em minha conta, ou seja, que está no Investimento 1, ações. Nesta caso, no consolidado acho que fica tudo bem, mas os rendimentos de cada investimento devem ficar errados não é?

    Como devo proceder para fazer isso, usar o que esta parado em minha conta e que é registrado junto com ações, em um outro investimento, como o Tesouro Direto.

    Espero que tenha conseguido me fazer entender.

    Muito obrigado desde já e muito obrigado pela planilha, ela é ótima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vini,
      Você está considerando que o dinheiro parado é da sua parte de ações. É uma boa consideração, que simplifica muito seu controle.
      Você pode fazer o seguinte:
      Num primeiro momento você aportou
      Ações - 200
      TD - 160

      Num segundo momento você:
      Ações: Sacou 12,25
      TD: Aportou 12,25

      Logo, juntando os dois momentos:
      Ações: Aporte de 187,75
      TD: Aporte de 172,25

      Não ficará errado pois você retirou os 12,55 de um, e isso refletira no cálculo de sua carteira, pois não haverá mais 12,55 pardos na corretora para ser somado.

      Abraços

      Excluir
    2. Aaah, entendi, assim fica mais claro para mim, e melhor para me organizar uma vez que minha conta para ações e a TD é a mesma na corretora, fica melhor assim mesmo.

      Mais uma vez muito obrigado!

      Excluir
  68. Ola ADP.

    Excelente planilha. Vai ser muito util nos meus investimentos.

    Muito obrigado mesmo.

    Abracos

    ResponderExcluir
  69. Olá AdP! Primeiramente gostaria de te agradecer sua iniciativa de criar o blog e ainda disponibilizar suas ferramentas de avaliação de investimentos. Te escrevo por uma dúvida que certamente já te assombrou. No sistema de cotas, a rentabilidade histórica não seria apenas a diferença do valor da cota atual -1 (assim estaria medindo o seu desempenho como investidor)? E de maneira análoga, o rendimento num ano X não seria apenas a variação da cota em relação ao valor da sua cota em relação ao 31/dez?
    Pelo que eu vi na sua planilha, você bolou um jeito que a rentabilidade historica é calculada através do valor do patrimonio/somatorio de todos os aportes. Seria isso correto? Confesso que procurei documentações técnicas sobre as definições do método por cotas, mas encontrei apenas um documento da ANBIMA que não parece ser 100% aplicável ao pequeno investidor. E as referencias em ingles mostram pelo método da taxa interna de juros (XTIR no excel).

    Obrigado, e mais uma vez parabéns pelo teu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "No sistema de cotas, a rentabilidade histórica não seria apenas a diferença do valor da cota atual -1 (assim estaria medindo o seu desempenho como investidor)? E de maneira análoga, o rendimento num ano X não seria apenas a variação da cota em relação ao valor da sua cota em relação ao 31/dez?"
      Este é o modo certo de cálculo.

      "Pelo que eu vi na sua planilha, você bolou um jeito que a rentabilidade historica é calculada através do valor do patrimonio/somatorio de todos os aportes. Seria isso correto?"
      Este modelo eu fiz porque houve muito estranhamento a modelo antigo. Veja por exemplo este comentário do Daniel:
      http://alemdapoupanca.blogspot.com/2012/04/planilha-de-acompanhamento-de.html?showComment=1336321806018#c969970904662410501

      De qualquer forma, é possível calcular pelos dois métodos, pois é possível visualizar o valor das cotas.

      Abraços

      Excluir
  70. Adp ... estou apanhando muito para essa planilha em particular ...
    Quando não coloco aportes no mês ela simplesmente zoa com tudo ...
    comecei a registrar meus investimentos no mês de junho, com 0 reais ... aí fiz um aporte de 280 reais, fechei junho com 266,60 reais ... aí em julho fiz um aporte de 750 reais ... aí agora fechei julho com 1014,50 ...
    colocando esses valores não dá certo.

    ResponderExcluir
  71. Nerso,
    Não se coloca o zero. Em junho coloque aporte de 280 e carteira de 266,60. Em julho coloque aporte de 750 e carteira de 1014,50, e assim sucessivamente.

    Abraços

    ResponderExcluir
  72. Entendi! Deu certo agora valeus!

    ResponderExcluir
  73. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  74. Show de bola!!! valeu mesmo

    ResponderExcluir
  75. Bom, sou novo por aqui (Criei meu blog ontem), e gosteria de parabeniza-lo pela iniciativa de disponibilizar ferramentas e informações que ajudam os investidores.
    Dito isto, eu aproveitei essa planilha e incorporei umas coisas dela na minha que uso para meus registros de operações. Achei a forma como esta apresentada nesse sistema melhor que a utilizo.
    Boa sorte nos seus investimentos e espero que continuo com o blog!

    ResponderExcluir
  76. Olá AdP,

    Tenho uma dúvida (que talvez já tenha sido respondida, mas não encontrei).

    Você tem as abas Investimento 1, Investimento 2, etc.

    Eu gostaria de dividir minha carteira em 3 abas: 1) um CDB, 2) Ações e 3) FII

    A parte do CDB está tranquilo, minha dúvida é quanto a separação Ações e FII. Já que invisto em ambos a partir da mesma corretora. Por exemplo, se aporto R$ 3000, pode ser que eu compre R$ 1000 de FII e R$2000 de ações.

    Como fazer essa distinção na planilha? Vou ter que preencher 2 aportes, mas o aporte foi essencialmente o mesmo (pra mesma corretora).

    Como você faz?

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, você precisa fazer esta distinção. Eu opero ações e FII na mesma corretora e separo um do outro.
      Abraços

      Excluir
    2. Ok AdP, obrigado.

      Mas e quanto ao dinheiro parado? Estou imaginando, aporto R$ 3000, compro R$ 1000 de FI e R$ 1700 de ações, ficando R$ 300 parado na corretora.

      Como lançar isso na planilha? Entendo que o dinheiro parado irá incrementar o valor da carteira. Devo dividir em 2 partes iguais e incrementar os dois investimentos?

      Abs

      Excluir
    3. Você precisará fazer uma diferenciação entre o aporte de FII e ações. Eu por exemplo considero o caixa apenas os aluguéis dos FII. Todo o restante é o caixa de ações. O aporte em FII é exatamente o valor gasto em FII, sendo o restante em ações. Você deverá adotar algum critério.
      Abraços

      Excluir
  77. Parabéns pelo blog, e gostaria de lhe informar que vou usar sua planilha de rentabilidade, já que vem se tornando um padrão na blogosfera. Um grande abraço, e bons investimentos!

    ResponderExcluir
  78. Fala ADP, tudo bom?

    Não estou entendendo a explicação. Vou copiar da forma que você escreveu:

    "Para o investidor que já possui uma carteira de investimentos, ele deverá preencher, no início do primeiro mês a ser acompanhado, o valor da total carteira.
    Vamos supor que o investidor Tobias já possua, no início de julho, R$3.540,08 em um CDB e R$6.440,00 em ações. Na planilha, ele decide que o CDB será o investimento 1, e as ações serão o investimento 2. No primeiro mês de uso da planilha, Tobias deverá colocar estes valores como aporte de julho, conforme imagem abaixo:"

    Se o investidor já tem uma carteira de investimentos, com ações e TD, por exemplo, os valores dos dois investimentos não deveriam ser colocados na aba CARTEIRA e não na aba APORTE? Porque os primeiros valores devem ir na aba APORTE? Aporte não é só o dinheiro que você destina para a corretora? Então...

    Se puder me explicar, por favor, porque eu sei que tem uma explicação, hahaha.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O investidor já tinha uma carteira de investimentos, mas não utilizava a planilha. Por isso é necessário fazer este procedimento de iniciação de utilização da planilha. No início do primeiro mês coloque o montante do investimento no aporte e no final do mês o valor que ele variou. Após este procedimento de iniciação, assuma que aporte é o valor colocado na corretora e carteira a soma dos investimentos.
      Abraços

      Excluir
    2. Fala ADP,

      Obrigado pelo pronto retorno. Ok, já coloquei os valores que eu tenho em ações e em TD nos respectivos campos APORTE de janeiro de 2014. Porém, eu ainda não fiz as minhas compras do mês. Quando eu as fizer, eu somo elas com o valor que eu já havia colocado anteriormente na aba APORTE?

      Ex: 1000 em Ações e 100 em TD.

      Aportei em janeiro 100 em Ações e 10 em TD.

      A aba APORTE ficaria com 1100 em Ações e 110 em TD?

      Aí, no último dia de janeiro, eu entro no CEI, olho os valores de cada investimento individualmente e coloco na aba CARTEIRA. A partir de fevereiro, o esquema se repete, colocando o aporte do começo do mês na aba APORTE e o valor da CARTEIRA no último dia do mês. Falei alguma besteira?

      Abs

      IL

      Excluir
  79. Parabéns pela planilha, vou utilizar para acompanhar o rendimento da minha carteira.

    ResponderExcluir
  80. SeaDillmasaiEconomiaVai21 de março de 2014 23:32

    Primeiramente parabéns pelo blog e pela planilha.
    Fiz uma divisão com uma granularidade maior, dividi em Ação 1, Ação 2, Ação x, FII 1, FII 2, FII x, TD(tesouro direto), poupança. Todos esses investimentos são pela mesma corretora.
    Essa dúvida sobre os dividendos realmente me assolou. Vou te dar um exemplo:
    FII x
    Mês 1
    Carteira: 1000 + 10 de dividendos
    Aporte:0
    Mês 2
    Carteira: 1005(variação) + (10 de dividendos de novo) - Devo somar com o anterior?
    Aporte:0

    Vamos supor que no mês três eu use o dinheiro parado proveniente dos dividendos, se eu abater da carteira me dará uma rentabilidade negativa irreal. Estou fazendo alguma coisa errada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A utilização do dividendo não há abate nenhum, pois você trocará 10 reais em dinheiro por 10 reais em ações. O dinheiro não evapora.

      Abraços

      Excluir
    2. SeaDillmasaiEconomiaVai22 de março de 2014 09:44

      Obrigado pelo retorno.
      Acho que entendi o que disse. O melhor forma talvez seja colocar todos os investimentos na mesma carteira, mas no meu caso estão separados.
      Deixa eu tentar te explicar melhor.

      Mês A
      Guia 1 - Ação x
      Carteira = 1000 + 10 de dividendos
      Guia 2 - Ação Y
      Carteira = 1000 + 20 de dividendos

      Mês B
      Guia 1 - Ação x
      Carteira = 1010 + 10 de dividendos
      Guia 2 - Ação Y
      Carteira = 1020 + 20 de dividendos

      Consolidado
      Mes A : 1030 ( Dividendos = 30, na conta $$ da corretora)
      Mês B : 1060 ( Dividendos = 60, na conta $$ da corretora)

      Vamos supor que no MÊS C compre mais das ações X, tenho 60 em dividendos na conta $$ da corretora, como farei a transferência da carteira da ação Y para a carteira de ação X para compor os 60, já que 20 de dividendos pertence a ação X?

      Estou considerando que não tiveram variações de cotação

      Desculpe, se estou complicando demais as coisas.

      Abraços

      Excluir
    3. Você terá que colocar um aporte de -20 na ação y e +20 na ação X.
      Abraços

      Excluir
  81. AdP, não estou conseguindo baixar a planilha. O link ainda funciona?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops, deixa pra lá, AdP, a publicidade estava bloqueando o link. Consegui.

      Excluir
  82. Obrigado pela planilha, Além da Poupança! Recomenda alguma planilha para ajudar o gerenciamento das ações individuais na carteira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu uma olhada na planilha de registro?
      http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/07/planilha-de-registro-de-investimentos.html

      Abraços

      Excluir
  83. Caro ADP, grato por disponibilizar a planilha, acredito que ela seja um verdadeiro marco para os investidores pf!

    Tenho a seguinte dúvida: renomeei as abas como Ações, FIIs e TD; digamos que ao final do mês, já feito o aporte, sobre R$100 na corretora; somo então esses R$100 ao valor da carteira de ações; entretanto, desses R$100, R$ 50 são referentes aos rendimentos de FIIs; nesse caso o rendimento total será fidedigno, entretanto o rendimento da carteira de ações terá sido falsamente aumentado pelo fato de ter somado a ela o rendimento dos FIIs, certo? Como você resolve esse problema? Espero ter conseguido explicar, muito obrigado!

    Abraço

    Barrueco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu separo o caixa de ações do caixa de FII. Por exemplo, se tenho 150 reais na corretora, eu sei que 49,01 é de FII e 100,99 é de dividendos.
      Como eu sei disso? Eu adotei um critério de que o caixa de FII é formado única e exclusivamente pelos seus rendimentos. Todo mês eu aumento com o caixa dos FII e subtraio com a compra de FII's. O restante da grana é caixa de ações.
      Logo, no exemplo acima citado, eu somo o caixa de 49,01 ao patrimônio de FII e o caixa de 100,99 ao patrimônio de ações.

      Espero que eu tenha sido claro. Se restar dúvidas, pode perguntar.

      Abraços

      Excluir
    2. Entendi! Obrigado, abraço!

      Barrueco

      Excluir
  84. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  85. Olá, bom dia!

    Gostaria de saber se a planilha de registro de investimentos, pode-se colocar mais abas, pois gostaria de identificar os investimentos em ações por cada tipo de ação e cada modelo de tesouro direto ou fundo de investimento, tem como? Eu não fico comprando e vendendo ações freneticamente, faço de 1 a 4 aportes mensais e vou alocando na carteira. Tem como fazer isso nessa planilha ou recomendaria outra pra mim? Desde já agradeço.

    Vitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitor,
      É possível colocar mais abas sim, mas infelizmente tenho pouco tempo disponível para fazer isso. Como a planilha que você se refere é de registro, você pode usar mais de uma para registrar suas operações. Espero que entenda.
      Abraços

      Excluir
  86. Andrik Albuquerque24 de junho de 2014 21:44

    Olá,

    Antes de mais nada parabéns pelo blog, pois o conteúdo é muito bom e estou adorando a ler os seus posts, pois são muito bem escritos e com grande clareza. Hoje estou utilizando a planilha de acompanhamento de rendimentos e fiquei com uma dúvida. Se eu tiver uma carteira composta por mais de uma LCI com taxas diferentes, você sugere separar em dois investimentos ou deixá-las em um investimento e tratar a LCI mais recente como um aporte?

    Mais uma vez parabéns pelo site e grato pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andrik,
      Eu sugiro deixá-las em um investimento para fins de simplificação.
      Abraços

      Excluir
  87. Boa tarde AdP,
    Tenho uma dúvida quanto ao acompanhamento da carteira. É melhor observar os valores da carteira através da própria corretora ou na minha conta na BM&F Bovespa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu costumo observar o da Bovespa, mas acho que a diferença (se houver) deve ser muito pequena para se preocupar.
      Abraços

      Excluir
  88. Esqueci de fazer outra pergunta. Tenho um investimento que distribui os rendimentos ao final do ano (cotas de cooperativa que rendem a taxa SELIC, e distribui todos os rendimentos acumulados do ano anterior em fevereiro do ano seguinte). Eu aporto mensalmente 300 reais para a compra dessas cotas. Entao em 1/janeiro de 2014 eu tinha 17900 reais, e em 14/01 depositei 300 reais para a conta. E em fevereiro chegou o rendimento de 1300 reais +-, que foram reinvestidos nas cotas. Como preencho essas linhas de janeiro a março?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você está iniciando com a planilha:
      Janeiro:
      Aporte: 18200
      Carteira: Deve ser apurado por você.

      Fevereiro:
      Aporte: 0
      Carteira: Deve ser apurado por você.

      Em março você não falou nada, então não posso dizer nada também.

      Basicamente aporte = dinheiro novo que foi transferido para o investimento e carteira = valor total de seu investimento + valor em caixa. Rendimento não é aporte.

      Abraços

      Excluir
  89. Fala AdP,

    To com um problema aqui na sua planilha de cotas v1.1. Acredito que a matematica e os codigos estejam certos, o problema meu esta no meu entendimento. Poderia me ajudar?

    Vou resumir o meu problema: Na ABA Investimento 2, mes de junho, eu tinha em carteira exatamente 75.080,12 reais e fiz um aporte de 2.440,00 reais. Valor da cota estava em 1.1659.
    No comeco do mes de julho eu me desfiz de metade do Investimento 2 para aportar no investimento 3. Portanto declarei um aporte negativo de -38.000,00 reais me julho na aba investimento 2 e um aporte positivo de 38,000.00 reais na ABA Investimento 3.
    No fim do mes de julho, a minha carteira do investimento 2 estava em 37,164.20 reais. Ao declarar esta carteira, obtive um rendimento mensal de 0.53% , o que esta de acordo com a realidade pois este investimento 2 eh basicamente poupanca. No entanto, o rendimento anual "coluna J" deu uma disparada FELOMENAL. Estava em 3.26% em junho e foi para 7.49% em julho.

    Voce saberia explicar o porque dessa alta? Tem alguma coisa errada com a forma de eu registrar o aporte negativo em caso de liquidacao de investimento?

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque ela compara seus aportes do ano com o valor da carteira. Se você somar seus aportes do ano e comparar com o valor da carteira, dará 7,49% no ano, a planilha considera o valor dos aportes para calcular a rentabilidade. Caso não goste assim, é possível calcular a rentabilidade somente pela variação do valor da cota. Se ainda tiver dúvida me mande um email com a planilha que explico melhor.
      Abraços

      Excluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.