sábado, 18 de novembro de 2017

Saiba por que invisto em Bitcoin. Existe bolha?



Novidade polêmica na blogosfera, o Bitcoin, goste dele ou não, é o assunto do momento. Nos meus fechamentos mensais, mesmo representando apenas 2% de minha carteira, ele ocupa boa parte dos comentários. Normalmente são comentários questionando sobre como funciona, como comprar, sobre a falta de coragem em investir, que isso é bolha ou sobre o que pretendo fazer com essa estrovenga. Por atrair tanto interesse, é interessante dizer o motivo de eu colocar alguns trocados em Bitcoin.


Não, não foi a rentabilidade... Ok, tá bom, confesso que foi a rentabilidade que me fez querer procurar informações sobre Bitcoin. Na época cada bitcoin (Bitcoin com B é o sistema, bitcoin com b é a moeda) valia 2 mil reais e para mim era inconcebível que uma moeda virtual valer tal marca. O que justifica esse valor? Como era muito ignorante sobre o assunto, achei um livro gratuito do Fernando Ulrich no Instituto Mises e as informações que li esclareceram minhas dúvidas substancialmente.


O que de fato me faz investir em bitcoin?

Se a valorização despertou minha curiosidade, algumas características foram determinantes para investir nisso.

Primeiro, vi que o sistema não era uma brincadeira qualquer, ou uma mera troca de arquivos no qual pessoas atribuíam valores para negociar. O Bitcoin possui um sistema complexo, mas bem funcional, que possibilita o registro de envio e o recebimento da moeda. Claro que esse é o resumo do resumo, mas o Blockchain me alertou que a coisa não era a bagunça que eu imaginava. Ele permite enviar dinheiro para qualquer parte do mundo a taxas baratíssimas, sem precisar de intermediários (bancos). Essa liberdade permite que uma pessoa em uma região sem acesso a bancos possa fazer operações tipicamente bancárias sem burocracia com a mesma facilidade de se mandar um email.

Mas o mais importante, o que verdadeiramente chamou minha atenção, é a quantidade limitada de bitcoins. 21 milhões de bitcoins. Esse é o teto de bitcoins. Não passa disso. Eu acho essa característica, chamada escassez,  fantástica. Não é como as moedas fiduciárias que o governo controla, que faz com que, nesse exato momento em que você está lendo este texto, estejam sendo impressas diversas novas moedas. Aumento de quantidade monetária na economia por si só não é riqueza, fazendo com que o dinheiro preexistente perca valor.



O que pode acontecer daqui para frente?

A quantidade de bitcoins é fixa. E como são apenas 21 milhões, não há bitcoin para todo mundo. Hipoteticamente há 0,003 bitcoin para cada pessoa (se considerarmos 7 bilhões). Com concentração natural do ser humano, é natural que algumas pessoas tenham muito mais que as outras, o que diminuiria o valor de 0,003 para o cidadão médio. Qualquer pessoa que tiver um valor acima dessa marca teria uma quantidade acima da média.

Claro, isso se o sistema continuar progredindo e "der certo". Se não der certo, essa quantidade é irrelevante.

Pensando nisso, então podemos traçar 3 cenários principais: (1) um que o Bitcoin dá certo, (2) o que fica onde está e (3) o que vai dar errado.

O Bitcoin deu errado: Nesse cenário, o valor do bitcoin despenca ou até evapora. Na minha opinião leiga, o maior risco disso acontecer seria devido a evolução da tecnologia. Podem inventar algo mais inovador ainda, que não permite que o Bitcoin se atualize a tempo de ser competitivo. Na realidade muitas altcoins (moedas alternativas) possuem funcionalidades e propósitos que podem ser melhores que o Bitcoin.

De qualquer forma, se Bitcoin der errado, o dinheiro investido lá já era. Para se proteger, o melhor seria ficar de fora.

O Bitcoin fica onde está: vamos supor que o Bitcoin fique onde está, ou seja, apenas uma forma alternativa de transferência de dinheiro, sem grande capilaridade no mercado. Somente algumas poucas lojas, empresas e pessoas gostaram do sistema, mas a preferência segue com as moedas fiduciárias tradicionais. Vamos supor que este cenário faça com que o bitcoin hoje já esteja de fato na oscilação de seu teto.

Nesse cenário, o ganho para os holders seria irrelevante e o Bitcoin seria um ambiente apenas para traders e entusiastas. Para se proteger, o melhor é ficar de fora, ou investir pensando em trades. Ou então, deixar um dinheiro lá para se proteger de inflação (lembre-se, não há emissão de novas moedas), ou para utilizar os mecanismos de transferência que o sistema oferece.

O Bitcoin dá certo: Neste cenário, o Bitcoin é aceito por boa parte das pessoas e organizações. Transações são feitas de forma facilitada mundialmente. É consenso entre as empresas, inclusive as microempresas, a aceitação em larga escala de criptomoedas para a comercialização de seus produtos e serviços. Talvez haja uma preferência pelas criptomoedas em detrimento das moedas que o governo toda hora emite. Até governos e bancos aceitaram o fato de Bitcoin predominar (esse último aí é difícil de ocorrer sem briga, mas vamos citar aqui).

Neste cenário, não posso dar certeza do que vai acontecer com o preço do bitcoin, mas chutaria que uma moeda largamente utilizada no mundo teria que ter um "valor de mercado" que externe o valor das transações que acontecem a nível mundial.

Por exemplo, nesse cenário hipotético, uma casa média valeria quanto? Vamos chutar que uma casa valha 1 Bitcoin. Então, se juntarmos todas as moedas do mundo, poderia-se comprar 21 milhões de casas. Qual seria a métrica para saber se isto é razoável? Não se sabe, mas faria o Bitcoin ter um “valor de mercado" de U$6,3 trilhões (considerando cada casa 300 mil dólares). Apesar de não ser um poder de compra irrelevante, talvez o caminho pode ser mais ou menos por aí. Talvez não.

6,3 trilhões é próximo ao atual “valor de mercado” do ouro. Isso seria razoável? Bitcoin valeria igual ao ouro? Parece loucura. O que se sabe é que hoje uma moeda custa o mesmo que um carro simples. Equivaler Bitcoin ao ouro talvez seja prepotência e sinal de exuberância irracional.

Hipótese. Chute. Sonho. Devaneio. Chame do que for, mas no cenário acima, o valor de cada moeda é uma incógnita que acredito ser diferente de zero. Apostaria que nesse cenário o ideal seria estar se posicionando hoje em bitcoin.

Pensando nesses três cenários, decidi investir um pouco de meu dinheiro em bitcoin quando ele estava na casa dos 3 mil reais. É um dinheiro que se sumir não me fará pobre caso o cenário ruim se concretize. Caso o cenário bom se concretize, não me fará riquíssimo, mas pelo menos terei aproveitado um tiquinho da oportunidade que passou.

Pesando as possibilidades – entre perder tudo ou ter retorno inestimável, me arrisco sim a investir uns 200, 300 reais de vez em quando nessa criptomoeda, com vistas a visão de longo prazo.

Veja bem, não estou falando que bitcoin vai dar certo e que se você comprar 0,1 bitcoin hoje, daqui a 10 anos você o utilizará para comprar uma mansão. Estou falando que pesando os prós e os contras dessa minha forma simplória de pensar, estou disposto a destinar uma pequeníssima parcela de meu patrimônio em bitcoins.

Não é recomendação de compra, manutenção ou venda de Bitcoins, ok?



Pirâmide?

De vez em quando uma pessoa diz que bitcoin é pirâmide. Não, não é. E quando uma pessoa cita isso, ela revela não saber nada sobre bitcoin (talvez nem saiba o que é pirâmide). Bitcoin não promete ganhos astronômicos e não paga aos entrantes anteriores utilizando os recursos aplicados pelos novos entrantes. Ao comprar bitcoin, você não ganha nada ao indicar novas pessoas. Não há uma "empresa" por trás, como existia com Avestruz Master, Telexfree e BBOM.

É como comparar galinha com mesa. Só porque os dois possuem pernas é a mesma coisa?


Já quando falam em bolha, aí sim o assunto fica mais interessante.



E a bolha?

Um assunto recorrente é sobre a tal bolha do bitcoin. Sempre que me deparo com esta afirmação, ela sempre está calcada com um único argumento: a valorização. Os outros argumentos enxergo como linhas auxiliares do argumento maior.

Sim uma valorização expressiva é um dos sinais da bolha, mas esta valorização por si só não é uma prova incontestável de bolha.

Pense em uma casa que esteja a venda por 100 reais. Então ela é recorrentemente comprada e vendida e em um curto espaço de tempo ela atinge o valor de 300 mil reais. Temos aí uma valorização estonteante, mas isso significa que o preço da casa é uma bolha?

Mas você nunca vai encontrar uma casa a venda por 100 reais. Esse exemplo não se aplica.

Claro que não se encontra por aí casas a venda por 100 reais, pois casas são bens com análise muito mais simplificada. Além disso, há milhões de pessoas que possuem métodos de avaliação de uma casa. E em relação a criptomoedas?

Se bitcoin hoje é uma bolha, qual seria então seu valor justo? 10.000 reais, 1.000, 100, 50, 10 reais? Baseado em que? Eu não tenho base nenhuma para afirmar qual seria o preço justo do bitcoin, apesar de supor que este valor se baseia em partes pela confiança na moeda, comodidade e na sua escassez. Mas uma valorização expressiva não é prova incontestável de bolha. No máximo um sinal.

Os outros argumentos de que isso está em uma bolha são de que bitcoin não possui fluxo de caixa, não possui lastro, não é fácil estimar valor intrínseco, etc, etc, etc, mas muitos desses argumentos se aplicam as outras moedas. Qual o fluxo de caixa ou o lastro do dinheiro que está na sua carteira?

Outro argumento é que “todo mundo tá falando de bitcoin”. Não, não estão. No mundo da blogosfera, talvez, mas todo mundo é forçar a barra demais. Saia na rua e pergunte para as pessoas comuns qual a opinião delas sobre o bitcoin. Das pessoas comuns e até as da classe mais abastada, chutaria que boa parte delas hoje nunca ouviram falar ou no máximo viram uma pequena reportagem na televisão.
Bitcoin é tão falado assim fora da blogosfera?

Existe o argumento de que as pessoas só têm bitcoin pela valorização, que não existe ninguém comprando nada com isso. Na verdade existem sim muitas pessoas que só querem fazer trade, mas existem muitas lojas que vendem produtos e serviços aceitando bitcoin. Há movimentos que indicam que empresas estão de olho no bitcoin, em busca de maiores esclarecimentos jurídicos a respeito das transações. 
Dinheiro é riqueza. Basta sair imprimindo para pagar a dívida. Ou não?
Em países em dificuldade, como por exemplo Zimbábue, pessoas comuns compram bitcoin para proteger contra a inflação o pouco dinheiro que possuem. Na Venezuela há casos de pessoas que compram comida com Bitcoin. Então, a comunidade bitcoin não é totalmente especulativa. Há sim sua aplicabilidade.



Enfim...

Se vai dar certo ou se vai dar errado; se é bolha ou não; se o valor correto é 10 reais ou 100 mil; dentre outras questões, não tenho a menor condição de responder. Mas sei que aos poucos, pelo menos até o momento, o Bitcoin está tendo maior aceitabilidade entre as pessoas e organizações. Por isso estou disposto a investir um pouquinho de dinheiro nisso hoje, mesmo correndo o risco de perder todo esse pouquinho.

Mas se você pensa diferente, não há nada de errado em você querer ficar completamente fora disso. Esta postagem poderá se revelar uma gigantesca ficção em um futuro próximo, isso se você julgar que desconsiderei os riscos envolvidos.

E você, o que pensa? Deixe nos comentários.

62 comentários:

  1. Olá ADP!

    Seus pontos são muito parecidos com os meus na opção em investir em Bitcoin, embora meu verdadeiro motivo para entrar foi enviar dinheiro ao exterior usando ele, fato que o BC já providenciou em cortar.

    Como na época não me atentei a todos os detalhes de enviar dinheiro usando Bitcoin, acabei ficando com eles e assim me baseei nesses pontos que você bem explica no post para formar minha carteira em criptomoedas.

    Eu acredito que a tecnologia veio para ficar (blockchain). Quanto ao Bitcoin, só o tempo dirá (porém estarei posicionado aguardando respostas rs)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá inglês,
      Como assim o BC cortou? Procurei na internet e não vi nada a respeito.
      Também compartilho a ideia de que a Blockchain seja mais importante que o Bitcoin.
      Abraços

      Excluir
    2. Aqui ADP a notícia

      http://cabecadebogle.blogspot.com.br/2017/11/remessa-via-bicoins-vetadas-pelo-bc.html

      Excluir
    3. Mas vc acha q o BC tem condições de rastrear essas transferências internacionais?

      Excluir
    4. O BC fez isso só para assustar a manada que está entrando no mundo das criptos por modismo.

      Excluir
    5. Concordo. Muita gnt não tem noção do que ta fazendo e vai entrando, e são pessoas recentemente convencidas de que vale a pena colocar seu suadinho dinheiro, mas estão, de fato, muito longe de acreditarem na tecnologia e nos propósitos que ela propoe. Assim, qualquer movimento, ruidinho, assustará a todos. Por isso, vez ou outra, surge essas noticias negativas e sensacionalistas, só pro pros conhecidos terem um argumento para te alfinetar, tipo: "cuidado hein, esse negocio de bitcoin é bolha. A receita vai proibir, tem até lei sendo votada. Cuidado.".... Sigo firme....

      Excluir
  2. Gostei muito da sua linha de raciocínio. Primeiramente porque você diferencia entre sua decisão de investir e defender o bitcoin. Existem vários casos de pessoas que acham q para investir nisso tem q defender a cripto com unhas e dentes. Show da sua parte. Fica claro que o que vc fez uma aposta. Isso ok. O dinheiro é seu e tem esse direito. Jogar na loteria tem significado parecido. Grandes chances de perder (pouco), mas se ganhar estará bem de vida. O interessante é que na loteria as chances são conhecidas, mas no bitcoin não é possível estimar. Por mais q muitos acreditem q vai dar errado, acredito q as chances do apostador em bitcoin são muito boas em relaçao ao q investe e o q pode ganhar. O melhor de tudo é que existem várias janelas para fechar a posição antes da profetizada queda (se acontecer). Tudo depende do quanto houver se ganância e tolerar riscos. Na loteria a única janela de saída é o sorteio em que não há meio vencedores ou meio perdedores, é tudo ou nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Senhor Bufunfa,
      Compartilho suas palavras, sem por nem retirar nada.
      Abraços e sucesso

      Excluir
    2. Acho interessante a utlização do termo "investir" relacionado à aquisição de bitcoins... No meu conceito, investir significa aplicar recursos em geração de riqueza, seja através da produção de bens ou pela prestação de serviços. Não é isso o que acontece com o bitcoin. Na verdade, sendo esta uma moeda como outra qualquer e o ouro, trata-se de reserva de valor e não investimento.

      Excluir
    3. Concordo com V.Sa. o bitcoin não é investimento e sim especulação atualmente, por isso acho muito saudável o ponto de vista do camarada AdP, entrar só para especular mesmo sem por o capital principal em risco.

      Excluir
  3. Eu penso que muita gente comum vai perder dinheiro quando o valor for a zero.
    A tecnologia é muito interessante mesmo assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma possibilidade que não pode ser descartada, mas chutaria que quanto mais tempo o sistema estiver vivo, esta possibilidade diminui.
      Abraços e obrigado pelo comentário.

      Excluir
    2. Já tem gente que entrou sem ao menos saber o básico, só por achar que ficaria rico, comprando na alta e na primeira baixa ou correção, vendeu e perdeu dinheiro.

      Excluir
  4. Ao meu ver o principal problema do Bitcoin é justamente a sua principal vantagem: o pioneirismo. Como toda tecnologia inicial, ele possui falhas que outras tecnologias podem corrigir.

    Ele não é anônimo per se, o que inviabilizaria o seu uso cotidiano. Alguém aqui se sentiria confortável em divulgar o seu extrato bancário? Pois é isso que acontece quando você divulga o seu endereço público para receber algum pagamento. É só ir no site BitRef, inserir algum endereço e ver o histórico de transações.

    É possível contornar o problema criando, por exemplo, vários endereços, ou usando algum outro serviço online mas isso dificulta o uso da tecnologia.

    Algumas criptomoedas como a Monero já possuem transações anônimas por padrão. Seriam essas apostas mais seguras no longo prazo?

    Outro problema são as confirmações das transações, que podem demorar bastante. Imagine você pagar e ter que esperar 10 min. Bem incoveniente. Mais uma vez sei que há "soluções" mas o ideal seria a própria moeda já ter tudo embutido.

    Mas se quiserem entrar na onda o ADP já deu a dica: Controle de risco. Não coloquem muito dinheiro nisso.

    Eu mesmo fiz um trade no passado com Litecoins. Ganhei alguns milhares de reais de um dia para o outro. Dei sorte. Mas apostei pouco dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      O Bitcoin é o pioneiro, mas pelo que sei pelo menos permite atualizações, havendo um consenso para isso.
      Obrigado por apresentar o site BitRef. Sinceramente não o conhecia.
      Como você mesmo disse, Bitcoin é a pioneira mas creio que não há impedimentos de virem atualizações que melhorem o tempo de confirmação de transação ou a questão da rastreabilidade. Sinceramente não sei, então vamos ver o desenrolar.
      Abraços

      Excluir
  5. Olá!

    Não sabia que existe diferença entre Bitcoin com B ou b. Pelo que sei Bitcoin é um sistema de pagamentos e uma moeda indissociáveis.

    Vale lembrar que o Bitcoin possui uma rede de mineradores e usuários que permite alterações no sistema como nos recentes casos de Segwit e Hard Fork.

    Falando em Hard Fork, pode ser que a criação do Bitcoin Cash de uma bela ajuda na utilização do Bitcoin devido a maior rapidez nas transações.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alemão,
      Uma plataforma e a moeda utilizada nela são coisas diferentes. A moeda poderia ser batizada com outro nome (como por exemplo o Ethereum que utiliza ether em seu sistema). Apesar de não ter nada a ver com criptomoedas, existe diferença também quando falamos "a Selic" e "o Selic". O primeiro é em relação a taxa do sistema e o segundo é o sistema. Quando o sistema e algo nela possuem o mesmo nome, é comum haver alguma forma de diferenciação. Por isso, recomenda-se utilizar o Bitcoin quando falamos sobre a plataforma e bitcoin às moedas.
      Sim, houve esse Fork aí, assim como pelo que sei houve outros antes desse. Vamos ver se isso vai ter sucesso.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  6. Boa Adp! eu tbm tinha muito receio, mas fui estudar a fundo como funciona esse mercado e vi que poderia ser uma boa. Comecei a investir em bitcoin e outras altcoins, tais como dash, ethereum e litecoin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pontes,
      Eu também tinha receio com ações, FII e Tesouro Direto, mas depois que se estuda é possível tirar uma conclusão sobre por ou não dinheiro. Bitcoin foi a mesma coisa. Como não sou um bom entendedor nisso, coloco pouca grana, apesar de estar gostando do seu funcionamento.
      Abraços

      Excluir
  7. Todos os dias eu penso quando será a hora de pular do barco, já que mais de 20% da minha carteira é em btc e altcoins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chris,
      Difícil decisão. E creio que 20% dela não é devido ao seu aporte, mas sim a valorização, kkkkk. Dei uma olhada agora e a moeda está nos 29.400 mas quando lancei esta postagem ela estava nos 25k. Complicado.
      Abraços

      Excluir
  8. Ótimo argumento AdP

    Você conseguiu justificar o que muita gente pensa, mas não sabe explicar.

    Também penso exatamente assim

    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  9. O problema atual é saber a hora de embarcar nessa, a valorização foi tão grande que não dá para saber se valorizará mais ou vai despencar !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stifler,
      Pra entrar nisso aí tem que quebrar o fator psicológico do investimento no topo. Quando entre na casa dos 3k reais foi complicado, depois fiz entradas nos 8k, 14k e agora se não me engano nos 24k. Não é fácil.
      Mas meu objetivo nem é vender isso. Talvez no futuro, se a coisa der certo, nem será necessário ficar convertendo o bitcoin para real ou dólar.
      Abraços

      Excluir
  10. Sensato como sempre, AdP! Não mudaria uma vírgula do que você disse. Sugestão para o próximo post: como criar a carteira e comprar bitcoins.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MicroIN,
      Obrigado pelas palavras. Quero evitar de comentar mais sobre Bitcoin aqui no blog, pois senão vai acabar virando blog de Bitcoin, e isso já tem aos montes. Tenho até uma postagem pronta aqui explicando de forma básica o que é Bitcoin, mas tenho receio de publicá-la.
      Abraços

      Excluir
  11. AdP, ótimo post! Explica direitinho sobre o Bitcoin.
    Quem não entrou, deve entrar URGENTEMENTE! Vale muito a pena investir uns 10% do patrimônio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Enriquecendo,
      Gosto da plataforma mas tem que ter cuidado para não ser picado pelo mosquito da exuberância irracional, kkkk.
      Abraços

      Excluir
  12. AdP, sua forma de pensar me fez lembrar a aposta de Pascal. Ela de fato é sensata, uma vez feita com controle de riscos. Mas como comentaram acima, será que essa é a moeda eletrônica que vingará? Pascal também nos deixa inquietos quando não diz qual o Deus em que devemos crer.

    Enfim, seu pensamento de forma geral está correto. Eu não comprei nada porque ainda não consigo definir nem de perto o que ocorrerá no futuro. O blockchain é sem dúvida o que ficará. Mas vou começar a ficar mais atento nesse mercado para entender as consequências para o futuro e para as próprias criptomoedas.

    Abraço e obrigado pelo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André,
      "Eu não comprei nada porque ainda não consigo definir nem de perto o que ocorrerá no futuro."
      Pois é, eu fiz exatamente o contrário. Como vi que Bitcoin e Blockchain são coisas sérias, e baseando-se nos três cenários que citei na postagem, decidi colocar um trocado. Se o barco não afundar e chegar a mares calmos, pelo menos terei alguma coisa nele.
      Abraços

      Excluir
  13. Me tira una dúvida: oq acontece quando todos os 21 milhões de bitcoins forem vendidos?
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IM,
      Dê uma lida:
      https://guiadobitcoin.com.br/o-que-acontecera-com-o-bitcoin-depois-que-as-21-milhoes-de-moedas-forem-mineradas/

      Acredito que o maior atrativo do Bitcoin é o seu limite na quantidade de moedas.
      Abraços

      Excluir
  14. ADP, pensei em comprar Bitcoin. Mas li um artigo do Buffet onde fala que Bitcoin justamente não tem lastro, controle governamental e que é uma bolha e por isso ele está fora. Eu, penso em fazer swing trade nisso, mas e o medo de levar um violino? E agora, com este bloqueio do BC para remessa de dinheiro via Bitcoins pro exterior? Os governos claro que querem brecar ou comer uma bela fatia de grana de quem tem Bitcoin. Governos não aceitam estar fora do controle!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre Heavy Metal, sempre bom vê-lo por aqui,
      Era de se esperar uma opinião dessa vinda do lendário Buffett, conhecido também por ser tecnofóbico. Lastro nenhuma moeda tem. Pelo menos Bitcoin tem escassez, o que simula o lastro. Não ter controle governamental não é ruim, é algo bom. Ou é bom que o governo controle a emissão do nosso dinheiro? Sobre bolha, aí entramos nesta questão da postagem.
      O BC não pode bloquear remessa de bitcoin, pois não está em poder deles. Pode no máximo dizer que não pode. A questão é saber como eles vão controlar isso.
      Os maiores perdedores são o governo e os bancos, mais um motivo para colocar dinheiro nisso.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  15. Apenas repassando um curso que anunciaram no fórum ClubInvest:
    http://www.cce.puc-rio.br/sitecce/website/website.dll/folder?nCurso=mooc-(traco)-introducao-as-criptomoedas&nInst=cce

    Curso gratuito a distância da PUC-Rj. Último dia de inscrição é hoje.
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. E se o bitcoin não der certo?
    Bom, dai temos ethereum, ripple, litecoin, dash, iota, neo, monero, nem, zcash, waves, bitshares, steem, decred, pivx, doge, e outras mais de mil moedas que temos por ai.

    A questão sempre é...

    Dizer que bitcoin não é moeda automaticamente tem que dizer que o real também não é moeda. Simples assim, haja visto que nenhum deles tem lastro, e é escasso, e ainda colocamos um ponto para o bitcoin porque ele realmente é escasso, terá no máximo 21 milhões da moeda, sendo que nem uma quantidade máxima a gente pode garantir que o real tenha.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário,
      Pois é, a maioria dos argumentos contra Bitcoin são argumentos que podem ser utilizados contra qualquer moeda. O mais famoso é o tal lastro.
      Abraços

      Excluir
  17. ADP,

    Muito boa a postagem, apesar de me parecer um pouco "otimista" com relação ao Bitcoin (ou bitcoin), o que se explicaria por um tal viés de confirmação.

    Veja, apesar de eu ser da área de tecnologia, não sou conhecedor profundo da tecnologia por trás do Bitcoin, mas o pouco que estudei me mostra que o Blockchain é realmente algo relevante e inovador em termos de tecnologia, o que garantiria certo futuro, porém eu particularmente sou bem cético com respeito ao que está acontecendo com o bitcoin, semelhante ao que disse eu Heavy Metal e ainda o Buffett (eu não tinha lido nada sobre a opinião dele antes, mas me pareceu coerente com seus princípios).

    Honestamente vejo uma enorme bolha já formada (não significa que não vá crescer ainda mais) em torno do bitcoin, mas pelas proporções, ela pode explodir a qualquer momento, dada a irracionalidade. Se todos decidirem sair e pegar seu dinheiro de volta, será um caos ... e para isso basta alguns poucos começarem a sair e o efeito dominó seria catastrófico.

    Sobre todos estarem falando (ou não), eu não seria tão otimista em achar que poucos estão falando. Estive nos EUA há 2 semanas e o motorista do Uber, por sinal do leste asiático, estava tentando me convencer dos benefícios do bitcoin e me disse que ele já tinha trocado de carro (uma Honda CR-V zero, por sinal!), só com valorização do bitcoin.

    Sim, eu penso em fazer trade, como uma aposta que faço vez ou outra em casinos de Las Vegas, mas não vejo a valorização do bitcoin como algo perene. Veja, acredito no conceito de moeda digital e no sistema, mas não faz o menor sentido a valorização que esta está tendo. Neste ritmo, daqui a pouco o valor da soma de todos os bitcoins será tão grande como a economia de um grande país e é obvio que isso não se sustenta (assim como se uma empresa como a Ambev crescesse 50% ao ano, o que a tornaria maior que o PIB do país num curto espaço de tempo).

    Meu comentário não é uma crítica a você ou outros que "apostam" no bitcoin, pois concordo com a validade da aposta, mas eu não sou otimista com relação a sustentabilidade da valorização. Exemplos como das Tulipas no século 17 e a bolha .COM no ano 2000 mostram o que pode acontecer com ativos que sofrem valorização muito acima do "valor justo" (difícil é saber qual é o valor justo).

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre EI,
      Não entendo como otimista, já que tracei três trajetórias (a ruim, a média e a boa), sendo que a boa não afirmei que o valor vai explodir. Só disse que acredito que, caso "dê certo", acho que teria um valor total que represente transações internacionais, mas não ousei afirmar com nenhuma certeza, tanto que disse que coloco pouca grana neste negócio.
      Também sou da área de tecnologia e pouco conhecedor da tecnologia por trás do Bitcoin e Blockchain, mas também sei menos ainda da tecnologia por trás do Sistema de Pagamentos do Bacen e do sistema de transferência internacional SWIFT. Mesmo assim o sistema do Bacen é utilizado sem questionamento.
      É como eu disse algumas vezes por aqui, a maioria dos argumentos contra o Bitcoin podem ser utilizados contra qualquer moeda. Esse é mais um.
      O grande argumento é a valorização. Realmente não temos certeza se cada bitcoin deveria valer 30 mil reais, 300 reais ou zero. Mas como disse, acredito que valorização por si só não é um sinal inequívoco de bolha, mas sim um sinal comum. Um exemplo seria o de um ativo que estava antes excessivamente depreciado e que foi valorizado (não estou afirmando que isso é o Bitcoin).
      Sobre explodir com ordens de venda, sim é uma possibilidade. O bitcoin já despencou algumas vezes em sua história. Provavelmente vai despencar de novo em algum momento. Alguns desses momentos pode se revelar o "juízo final", kkkk.
      Sobre o motorista do uber, de repente é seu viés de confirmação. Já saiu na rua para perguntar às pessoas sobre bitcoin?
      Só para finalizar, como disse na postagem, estou colocando dinheiro sabendo que pode dar errado e evaporar. Minha intenção por enquanto não é fazer trade com o que tenho, mas sim esperar até o momento em que não será necessário fazer esse trade. Se evaporar, evaporou.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
    2. ADP, obrigado pela cuidadosa mensagem de resposta.

      Veja, eu até posso vir a ter um viés de confirmação, mas neste caso foi o motorista do Uber que veio falar no assunto. Eu estava conversando com ele sobre morar em outros países e como ganhar dinheiro com trabalho/Uber, até que ele veio com papo de Bitcoin. Eu só comentei aqui sobre isso para você ver que o assunto está na boca do povo, literalmente. Na verdade em nem converso muito sobre bitcoin, pois eu vejo as pessoas muito impressionadas (ou deslumbradas) com o assunto e prefiro me manter de fora da conversa. Meu comentário aqui foi uma exceção.

      Sobre os sistemas do Bacen e SWIFT, apesar de não conhecermos detalhes, temos uma ideia de como funcionam, pois se tratam de um sistema de compensação entre entidades que se confiam mutuamente, já o blockchain, até onde entendo, é algo disruptivo em termos de conceito e tecnologia, em que 2 entidades confiam em entidades terceiras para validar uma transação.

      Sobre a questão da bolha, realmente a valorização de 1.000.000% pode não significar uma bolha, mas a experiência histórica mostra que é praticamente impossível identificar uma bolha até o momento que ela estoura.

      Revendo sua postagem, realmente você não se mostra tão otimista, porém o fato de chamar Bitcoin de investimento, no meu entendimento, já se mostra uma distorção no conceito, afinal, se bitcoin é uma moeda como outra qualquer, é mais fácil chamarmos de reserva de valor que investimento, ou seja, você compra para garantir que não sofrerá com as variações cambiais naquela moeda. Se compra bitcoin esperando valorização, pode até ser um "investimento", mas mais do que isso, é uma especulação (alguns chamam de trade).

      Abraços

      Excluir
    3. Que nada, amigo, estamos aqui para discutir. Seu ponto de vista é interessante e suas opiniões são sempre bem vindas.
      Verdade, EI, conceituamente Bitcoin não é investimento, mas sim uma reserva de valor.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  18. Eu fico tão P* da vida quando lembro que poderia ter comprado a moeda por R$ pouco mais de R$ 50,00, mas achava um absurdo na época.

    Se tivesse investido no minimo 1000 reais nessa epoca. Affs, o medo de perder uns milzinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dinheiro Web,
      Nem fale. 10 reais já era considerado um absurdo, kkkk. Mas não adianta chorar pelo leite derramado.
      Abraços

      Excluir
    2. Mas a verdade é que a vida não é assim.
      Até hoje, a maioria das pessoas não conhecem ou acham esse negócio de bitcoin um absurdo.
      Então não tem como se culpar por não ter investido. Se for investir em tudo que parece promissor num futuro distante ...

      Excluir
  19. Sou totalmente leigo no assunto, estava pensando em estudar sobre (até alguns colegas chimpas falam em bitcoin, sinistro!).
    Vou ler o livro do Fernando Ulrich que vc indicou.

    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Concursado,
      Esse livro do Ulrich é muito bom. E gratuito. Vale a pena.
      Abraços

      Excluir
  20. tenho receio da concorrência e da regulação governamental. Vi que tem mais de 1mil crypt coins. Coloquei um pouquinho. Pretendo aumentar para 1% da carteira e parar por aí. Deixar lá... Quem sabe este negócio chega a R$ 1MM. Na época da bolha das ponto.com, o valor de mercado delas chegou a quase U$ 8 trilhoes (pelo q vi numa reportagem hoje no infomoney). Isto 17 anos atrás. As cripto moedas no valor mercado de hoje estão cerca de 200 bilhoes dolares. Ainda muito abaixo em comparação as ponto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      Concorrência já tem aos montes e mais regulação é praticamente certo que vai acontecer.
      Pois é, mas nas ponto.com pelo menos eram empresas. Mesmo a maioria sendo furada, pelo menos a análise é mais palpável. Bitcoin é de mais difícil análise, mas pelo menos ele oferece uma inovação.
      Abraços

      Excluir
  21. Muito difícil saber o que vai acontecer com bitcoin então se quiser ter uma percentagem pequena na carteira, não tem problema pois o seu risco de perda de dinheiro esta protegido por essa perda (talvez no máximo 5%), mas se for conservador e só investir no que conhece e ficar de fora outras oportunidades em outros ativos tb surgiram

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DIeL,
      É assim que eu penso.
      Abraços e sucesso

      Excluir
  22. Olá ADP, qual carteira vc usa? Uso a xapo mas não sei se é a melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu utilizo a Electrum, mas não sei qual é a melhor.
      Abraços

      Excluir
  23. ADP

    Meu racional para comprar BTC foi igual ao seu, investi 5% e vi o que iria acontecer. Acontece que agora já é 20% da carteira kkkkk

    Vc poderia fazer um post sobre IR no bitcoin?
    Algumas informações estão diversas. A receita quer que declare se tiver mais de 35 mil.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon,
      IR para bitcoin é um assunto que não pesquisei. Só vou ver lá pra março do ano que vem, kkk.
      Esse é um assunto polêmico. Muitos advogam a ideia de que bitcoins não devem ser declarados.
      Vi uma reportagem falando que a Receita não consegue enquadrar bitcoin em nenhuma categoria e não o considera um bem, mas mesmo assim deve ser declarado, se não me engano se o valor ultrapassar 35 mil reais. Mas tem aquela questão, normalmente se declara pelo preço de aquisição. Se hoje vale 50 mil mas você só gastou 5k, então o valor a ser declarado seriam os 5k. Mas por enquanto não tenho certeza de como declarar isso.
      Abraços

      Excluir
    2. Anon Diz para o Leão que BTC não é a selva dele ! Aqui ele não éo Rei!!!kkkkk

      Excluir
  24. Bitcoin é igual febre do ouro, quem ganhou foi quem vendeu as ferramentas para o garimpo, neste caso, as exchanges e intermediárias com taxas bizarras. Isso sem falar no sócio Governo.

    Para mim bitcoin é uma chave de roda com um liquidifcador em uma das pontas, inovador com funções que são facilmente substituíveis por objetos mais específicos para o seu uso.

    O discurso da escassez não me convence, temos tantas outras "moedas" (se é que pode se chamar de moedas) por aí que fazem o papel de chave de roda com liquidificado de tantas outras formas que também não entendo

    Da mesma forma o discurso sobre sua inviolabilidade, o mesmo aconteceu quando os cartões passaram a ter chip. Era inquebrável, até que, alguém um dia - que não demorou muito - conseguiu quebrar. Ou seja, é seguro até alguém ir lá e expor sua vulnerabilidade (possivelmente já estão trabalhando nisso tb, já que antes o esforço não valia a recompensa). Agora está mais visado.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que sei Bitcoin tem o código aberto, podendo ser auditado e em tese com um estudo sobre seu código haveria uma facilidade de violabilidade. Até agora não me recordo de nenhuma.
      Para quem é desconfiado, o importante é ficar de fora, evitando assim, as prováveis perdas.
      Abraços

      Excluir
  25. Olá, ADP.

    Só gostaria de comentar sua citação ao curso divulgado no Instituto Mises. Essa premissa de que é a impressão de moeda que causa a desvalorização da unidade monetária é muito simplista. Acompanhei os economistas liberais por muito tempo e sempre acreditei nessa afirmação até me aprofundar melhor no debate entre os Monetaristas e Neoclássicos. Percebi, então, que não temos uma conclusão exata sobre quais as variáveis para o equilíbrio no poder de compra. Certamente a moeda fiduciária é um sistema inerentemente inflacionário, mas é um sistema que ganhou força por resolver problemas de escassez e liquidez, principalmente em um cenário macroeconomico. É longe de perfeito, pois troca um conjunto de problemas por outros, colocando a inflação como foco dos investidores e agentes economicos. Mas quem defende esse modelo acredita que os novos problemas são "menores", mais fáceis de controlar e sistematizar.

    Infelizmente o que vejo na Internet é mais propagação de ideologia do que realmente esclarecimentos sobre economia. O Instituto Mises não se salva muito nesse ponto.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arthur,
      Obrigado pelos comentários.
      De qualquer forma, vejo com bons olhos a limitação de emissão de novas moedas. Ficaria apreensivo se do nada emitissem, digamos, uns 100 milhões de bitcoins.
      Abraços e sucesso.

      Excluir
  26. Muito legal, o artigo me ajudou a entender um pouco melhor sobre como ganhar dinheiro com bitcoin e ficar antenada nas notícias do mundo digital eu acredito que o bitcoin não é uma bolha obrigada pelas valiosas dicas gostei muito do seu raciocínio

    ResponderExcluir
  27. Oi ADP,
    Muito bem embasado seu artigo, gostei muito do seu ponto de vista, o Bitcoin é uma ótima oportunidade para ganhar muito dinheiro nos dias atuais, basta ter foco, estudo e determinação que um dia agente chega lá! sucesso.

    ResponderExcluir

Anônimos, contribuem e deixem um nome para que seja possível outras pessoas fazerem referências, estabelecendo melhor a troca de ideias. Educação é sempre bem vista.
Mensagens de trolls serão moderadas.